Na noite de quarta-feira, o Atlético-PR recebeu na Arena da Baixada o Millonarios da Colômbia, pela segunda fase da pré-Libertadores e conseguiu uma vitória magra, por 1 a 0, gol do estreante Grafite. Diante de quase 24 mil torcedores, o Furacão conseguiu uma pequena vantagem para o jogo da volta que acontece na próxima semana.

O jogo foi no estilo Libertadores: muito truncado, com discussões, divididas fortes, cartões amarelos e muita disposição das duas equipes. E também foi no estilo da dificuldade de enfrentar uma equipe colombiana, com uma evolução muito grande do futebol, e tradição do Millonarios na competição. Um dos maiores problemas encontrados pelo rubro-negro foi a falta de entrosamento, normal nesse começo de temporada, mas essencial para a disputa da Libertadores.

Publicidade
Publicidade

Os novos contratados Jonathan, Felipe Gedoz, Carlos Alberto e Grafite participaram bem da partida, mas encontraram dificuldades pra demonstrar seu futebol.

O gol só saiu no segundo tempo com um pênalti sofrido por Pablo e que Grafite converteu, mas também graças a mudança de postura do Atlético, que foi para cima logo nos primeiros minutos da etapa final da partida. A partir daí o adversário começou a jogar também e queria ao menos empatar, mas a defesa rubro-negra estava bem postada e com sorte. Na metade do segundo tempo, o Millonarios acertou uma bola na trave de Weverton. Os colombianos até tentaram pressionar mais e o Furacão se segurou com a vantagem mínima para ir pra Colômbia.

Agora as atenções voltam rapidamente para a disputa do Campeonato Paranaense, quando o CAP joga contra o PSTC no final de semana.

Publicidade

Já na próxima quarta terá o jogo de volta na cidade de Bogotá, no El Campín. Quem passar enfrenta o vencedor de Deportivo Capiatá, do Paraguai, e Universitario, do Peru, na terceira fase.

Notas aos jogadores do Atlético-PR:

Weverton: 6,0

Jonathan: 6,5

Paulo André: 6,5

Wanderson: 6,5

Sidcley: 6,0

Otávio: 7,0

Lucho González: 5,5

Pablo: 7,5

Felipe Gedoz: 7,0

Crysan: 6,0

Grafite: 7,0

Matheus Rossetto: 5,5

Léo: 5,5

Carlos Alberto: 6,0

Paulo Autuori: 7,5 #2017 #AtléticoPR #PréLibertadores