A direção do #Grêmio ainda está em busca de reforços para a zaga. Muitos jogadores já foram sondados para a posição, mas o tricolor gaúcho ainda não definiu quem serão os possíveis substitutos para quando Kannemann ou Geromel não estiverem disponíveis para serem titulares.

O atleta que o clube gaúcho negocia no momento é #Paulo Miranda, ex-São Paulo. O zagueiro, de 28 anos, no momento está jogando no #Futebol austríaco, no Red Bull Salzburg.

Nos últimos meses, o jogador demonstrou, por diversas vezes, vontade de voltar ao futebol brasileiro para disputar a Libertadores e essa seria a chance de o tricolor em contratar o zagueiro.

Publicidade
Publicidade

O clube mostrou interesse em fazer a compra do jogador em definitivo.

Paulo Miranda começou sua carreira no Iraty, passando por Desportivo Brasil, Palmeiras, Oeste, Bahia, destacando-se no clube e sendo contratado junto ao São Paulo, onde teve a melhor fase de sua carreira. No clube paulista, além de zagueiro, o jogador atuou como lateral-direito. Em 2015, o atleta foi vendido ao clube da Áustria por aproximadamente R$ 9,41 milhões.

O Red Bull Salzburg e o Grêmio ainda não definiram como seria a negociação pelo atleta. O clube austríaco pode pedir uma compensação financeira ou até outros atletas, em troca do jogador. O contrato dele no momento vai até 2019.

Além do Grêmio, outros dois times procuraram o jogador, mas o tricolor gaúcho, até o momento, é o único que apresentou proposta oficial.

Publicidade

Mais nomes já passaram pela "prancheta" da direção tricolor: Xandão, do Anzhi, também com passagens pelo São Paulo, recebeu propostas do Grêmio, mas teve problemas ao pedir a liberação para o clube russo. Outro nome também sondado pela direção do Grêmio é o argentino Victor Cuesta, do Estudiantes. O time gaúcho também esteve perto de fechar com Diego Ângelo, 30 anos, do Antalyaspor-TUR.

Diversas vezes o Grêmio já confirmou que ainda vai em busca de novos reforços, mas que o valor tem que estar dentro dos padrões mantidos pelo clube. Jogadores como Geromel, Edílson e Douglas já pediram novas contratações para a direção.