As declarações de início de ano dos treinadores parecem clichê. Entra temporada e sai temporada, o discurso de que "é preciso adquirir ritmo de jogo" ou "temos só 15 de preparação" se repete. Por mais que seja uma fala recorrente, os "professores" têm certa razão. A abertura da temporada de 2017, por exemplo, ilustra bem essa narrativa: das grandes equipes do #Futebol brasileiro, poucas já conseguem apresentar um futebol de empolgar o torcedor.

No Rio de Janeiro, o Flamengo se mostra um pouco acima dos demais. Com a base do ano passado mantida, e reforços do porte de Trauco, Rômulo, Berrío e Conca - este ainda não estreou -, a equipe comandada por Zé Ricardo tem feito bons jogos e vencido com facilidade os primeiros testes do ano.

Publicidade
Publicidade

Em quatro partidas, três pelo Campeonato Carioca e um pela Primeira Liga, o Fla teve 100% de aproveitamento.

A outra equipe que merece menção honrosa pelo início de campanha é o Cruzeiro, que também tem 100% de aproveitamento envolvendo o Campeonato Mineiro e a Primeira Liga - nesta, inclusive, a Raposa já venceu um clássico sobre o Atlético-MG. Mantido para 2017, Mano Menezes tem dito que o novo ano não poderá ser "mais do mesmo", isto é, quer o time brigando por títulos e longe da zona do rebaixamento, onde brigou nos dois anos anteriores. E o início de trabalho dá mostras de que, sim, vai ser diferente. Ainda há o ótimo Thiago Neves para estrear.

Palmeiras gera expectativa; Grêmio se desmonta

Mais uma vez, o Palmeiras foi o grande protagonista da janela de transferências. Com um forte poder aquisitivo impulsionado pelo patrocínio da Crefisa, o alviverde buscou nomes do porte de Felipe Melo, Guerra, Willian Bigode e, mais recentemente, o atacante Miguel Borja, principal destaque do Atlético Nacional na conquista da Libertadores do ano passado.

Publicidade

Oficialmente, o Porco fez apenas um jogo no ano e venceu o Botafogo-SP, pelo Paulista, por 1x0, no domingo passado. A partir dos reforços, a expectativa por melhores atuações vai aumentar - e o jovem técnico Eduardo Baptista, substituto de Cuca, parece saber bem disso.

O Grêmio, que assim como Palmeiras e Flamengo, estará na Libertadores, sofreu importantes perdas nos últimos dias. O volante Walace foi vendido para o Hamburgo, da Alemanha, e o meia Douglas acabou rompendo o ligamento do joelho em um treinamento. Com isso, 50% do meio de campo campeão da Copa do Brasil no ano passado terá que ser modificado.

Em termos de emoção, Botafogo e Atlético-PR renderam as primeiras doses aos torcedores. Ambos tiveram que, desde já, participar da primeira fase prévia da Libertadores. E passaram no sufoco. O Fogão conseguiu segurar o Colo-Colo, no Chile, enquanto o CAP passou pelo Millonarios, da Colômbia, nos pênaltis. Os dois brasileiros ainda jogam mais uma fase preliminar antes de entrar no chaveamento.

Publicidade

Raio-X - veja quem é quem nesse início de ano no futebol brasileiro

Em alta: Flamengo, Cruzeiro, Botafogo e Atlético-PR

Aceitável: Palmeiras, Santos e Fluminense

Precisam mostrar mais: Grêmio, Inter, Atlético-MG e Corinthians

Em marcha lenta: São Paulo e Vasco da Gama