Neste sábado (25), o Santos saiu de campo após a partida contra o Botafogo de Ribeirão Preto com três pontos na tabela do Campeonato Paulista. Porém, teve um jogador que foi para casa com cinco vezes mais que isso. Depois de um choque contra um adversário, o atacante #Ricardo Oliveira teve um corte na cabeça, na região da orelha, e precisou levar 15 pontos. O atleta ainda retornou ao campo com uma touca de proteção.

Ao final da partida, ele foi medicado e liberado para voltar para casa. A comissão técnica não acredita que isso seja problema para escalá-lo para a partida do próximo sábado (3), contra o Corinthians, na Arena de Itaquera.

Publicidade
Publicidade

Durante a semana, o clube irá analisar a necessidade de uma proteção maior após a retirada dos pontos.

Jogando na Vila Belmiro, o #Santos bateu a equipe de Ribeirão Preto por 2 a 0, quebrando jejum de três jogos se vencer. No entanto, o resultado ainda não foi suficiente para o Peixe voltar a figurar na zona de classificação. O time é o terceiro do grupo D com 10 pontos, um ponto atrás da Ponte Preta e a três do Mirassol.

100 vezes Dorival

A partida também registou um marco importante na carreira do técnico Dorival Júnior. O treinador chegou a sua 100º vitória no comando do Santos, contando suas duas passagens pelo clube. O treinador, que chegou a ser criticado nas últimas semanas, vê o fato apenas como mera estatística. “Centésima vitória é importante, mas é um número. Nada além disso”, falou.

Publicidade

Além das 100 vitórias, o técnico ainda soma 31 empates e 38 derrotas. Isso dá um aproveitamento de mais de 65%.

Ele também comentou as cobranças que a torcida fez durante a semana. Ele explicou que alguns torcedores foram ao CT Rei Pelé para conversar com os jogadores, mas não houve autorização. Ele mesmo falou com alguns deles, uma conversa tranquila como o próprio definiu.

O treinador disse aos torcedores que eles podem ficar tranquilos porque o Santos é um time de honradez, de vibração, que encara tudo. “Vamos fazer com que os resultados voltem a acontecer. É uma equipe digna de vestir essa camisa”, completou. #Paulistão