O clima no #Santos não andava bem antes da partida contra o Botafogo-SP, no sábado, 25, pelo Paulistão. Com três partidas sem vencer, jogadores e o técnico, Dorival Júnior, estavam sendo alvos de críticas da torcida santista. O ambiente chegou a pesar tanto que começou a ser cogitada na imprensa a saída de Lucas Lima.

Após afastar as dúvidas e vencer o Botafogo-SP por 2 a 0, um jogador do Santos foi pego por microfones respondendo aos torcedores, em áudio que foi compartilhado nas redes sociais. Primeiro, o lateral Zeca chutou uma bola em uma arquibancada lateral após o jogo. De acordo com informações, torcedores daquele setor atacaram o jogador com palavras ofensivas.

Publicidade
Publicidade

Após chutar a bola, Zeca soltou o verbo. "Avisa os caras que sou homem e não moleque", começou o jogador. Depois, o atleta explicou o motivo da ação após a partida, dizendo que adora a torcida santista, mas que há uma parte de torcedores que apenas reclamam, que seria o caso daqueles para onde a bola foi chutada. No mesmo depoimento, o atleta chegou a lembrar que torcedores, como "os caras atrás do gol", estão no estádio para apoiar do começo ao fim.

O lateral ainda pediu "desculpas" para aqueles que não entenderam a atitude. Mas, voltou a afirmar que não irá "abaixar a cabeça" para ninguém. Zeca também voltou às reclamações pelos xingamentos com o time vencendo a partida. O jogador afirmou que quando o time estava perdendo, os jogadores deram a "cara para bater". Por fim, Zeca questionou a torcida, pedindo que mesmo com a vitória, também são necessários xingamentos.

Publicidade

Dorival Júnior também questionou atitude dos torcedores

O lateral Zeca não foi o único que desabafou sobre as críticas e xingamentos de torcedores. Na coletiva de imprensa pós-jogo, o técnico Dorival Júnior também fez reclamações. "Do dia para a noite você não tem mais valor, as coisas não são mais lembradas. Lamentável. Esse é a conduta de um povo que não tem cultura", afirmou o comandante.

Durante a semana, Dorival Júnior e a comissão técnica santista tiveram que conversar com torcedores de uma organizada que quis cobrar os atletas nos treinamentos. #Polêmica #FutebolBrasileiro