Quando foi sorteado os duelos da fase oitavas de final da Liga do Campeões, o jogo entre Paris Saint-Germain e #Barcelona já chamava a atenção dos aficionados por futebol, e não era por acaso, ambos os times possuem dois dos elencos mais valiosos do planeta e investiram pesado nos últimos anos.

O fato de terem se enfrentado constantemente nos últimos anos, com vantagem de vitórias para o time de Messi, era mais um dos ingredientes que cercavam o jogo, estaria o PSG pronto para acabar com a sina de maus resultados diante do carrasco espanhol? O jogo de hoje mostrou que sim, e em grande estilo.

A partida começou como todos esperavam.

Publicidade
Publicidade

O time francês iniciou as ações mostrando que estava disposto a vencer de qualquer maneira, em pouco mais de 10 minutos de jogo, os comandados do técnico Unai Emery ameaçaram por três vezes o gol defendido por Ter Stegen, sendo que em duas oportunidades, o mesmo defendeu dois chutes perigosos. Após isso, uma sucessão de ataques empolgou ainda mais o torcedor parisiense, tudo indicava que o gol era uma questão de tempo, e realmente foi. Aos 17 minutos, o argentino Di Maria cobrou falta com perfeição e fez o Parc des Princes explodir, 1x0 para o PSG.

O Barcelona precisava atacar, a pouca efetividade após sofrer o gol era preocupante, porém uma oportunidade que poderia ter mudado o rumo da partida foi perdida aos 27 minutos. #Neymar faz linda jogada e passa para André Gomes, que chuta cruzado, o goleiro Trapp manda para escanteio salvando sua equipe.

Publicidade

Após esta chance o panorama do jogo mudou de novo, houve um verdadeiro bombardeio parisiense contra o gol do Barcelona. Faltando 5 minutos para o fim do primeiro tempo, Verratti faz passe preciso para Draxler ampliar o placar e mais uma vez enlouquecer o estádio.

E se não existe nada tão ruim que não possa piorar, o segundo tempo começou idêntico ao primeiro, com o PSG tomando as ações ofensivas e o Barcelona acuado em sua área defensiva. Novamente Dí Maria, aos 10 do segundo tempo, acerta um belo chute após uma inteligente jogada trabalhada por Matuidi e Kurzawa. O 3x0 já era um placar excelente, e o Barça havia sentido o golpe, nem o mais otimista torcedor do clube da capital francesa poderia imaginar que tamanho seria o "baile" ocorrido dentro do estádio.

Cavani fechou o caixão aos 26 minutos da segunda etapa, após lindo passe de Meunier. Após isso, o time catalão até tentou criar algumas chances, com destaque para a bola na trave de Umtiti já no final de jogo, mas já era tarde demais para uma reação.

Publicidade

O placar de 4x0 praticamente elimina o Barcelona, que terá de fazer um verdadeiro milagre no jogo de volta no dia 03 de março para conseguir a classificação. Um novo 4x0 forçará prorrogação e pênaltis. Se quiser se classificar diretamente, precisará vencer por 5 ou mais gols de diferença, algo praticamente inédito nesta fase do torneio.

Em Lisboa, deu Benfica

A outra partida de hoje pela #Liga dos Campeões foi Benfica e Borussia Dortmund. Jogando em sua casa, o time português não se intimidou com os alemães e venceu pelo placar de 1x0, gol de Mitroglou após cobrança de escanteio. Logo em seguida, o jogador do Borussia, Aubameyang, perdeu um pênalti, defendido pelo goleiro Éderson.

A equipe de Dortmund terá de vencer o jogo de volta por 2 ou mais gols de diferença. Outro 1x0 leva a disputa para prorrogação e pênaltis.