Morreu neste domingo (19) Anízio Ferreira Camacho, de 56 anos, pai do volante Camacho, do #Corinthians, em acidente causado por uma queda no elevador da casa da família na região da Pavuna, no Rio de Janeiro. O elevador foi instalado para atender às necessidades de Leonardo Camacho, irmão do jogador, que ficou paraplégico em 2012 após ser baleado por um policial.

Anízio era o pai do famoso jogador de #Futebol Guilherme Aguiar Camacho, mais conhecido como Camacho que, atualmente, é volante no time do Corinthians. No Rio de Janeiro, a Polícia Civil acabou de abrir uma investigação para apurar as causas do acidente fatal.

Anízio, pai do jogador, chegou a ser levado ao hospital por vizinhos, porém não resistiu aos ferimentos.

Publicidade
Publicidade

Segundo a assessoria do jogador do Corinthians, sua mãe, Rita, ainda nesta segunda-feira (19) passará por cirurgia, já o seu irmão Leonardo passa bem. Os dois também estavam no elevador.

Camacho e sua família recebem mensagens de solidariedade nas redes sociais

Após o infeliz ocorrido, o clube Corinthians liberou um comunicado de pesar pela morte do pai do volante. "Desejando que o pai de Camacho descanse em paz e que sua família consiga força pra superar este momento difícil", disse. O atleta foi dispensado dos treinamentos desta segunda-feira (20).

Após a repercussão da morte de seu pai, o jogador e sua família vem recebendo uma grande manifestação de solidariedade. Os torcedores do Corinthians deixaram muitas mensagens de apoio a Camacho e a sua família nos perfis do jogador. A hashtag #ForçaCamacho está sendo utilizada pelos torcedores do Corinthians e também por aqueles que não torcem pelo time, mas querem prestar solidariedade ao atleta.

Publicidade

O jogador não participará do jogo pela quinta rodada do Campeonato Paulista contra o Palmeiras, que ocorrerá nessa quarta-feira (22), às 21h45, em Itaquera. O volante ficará no Rio de Janeiro com a família durante esse momento de dor.

Os motivos desse trágico acidente com a família do jogador ainda serão investigados pela polícia. Acidente esse que, além de deixar a mãe e o irmão de Camacho feridos, acabou também levando seu pai a morte.