Em reportagem publicada na noite deste sábado, momentos depois da vitória de 3 a 0 do #Fluminense sobre o Volta Redonda no estádio de Moça Bonita, pela última rodada da Taça Guanabara, segunda fase do Campeonato Carioca, o Lancepress divulgou o tempo do contrato entre o Tricolor e a Under Armour. Segundo o portal, a empresa norte-americana será a responsável por fornecer o material esportivo da equipe carioca até o final de 2020.

O acordo será oficializado na próxima segunda, às 10h30 (de Brasília), durante entrevista coletiva do presidente da agremiação, Pedro Abad, no Salão Nobre das Laranjeiras. Nesse evento, também deverá ser confirmada a extensão do vínculo do meia Gustavo Scarpa por mais três anos.

Publicidade
Publicidade

Pelo fato de a Under Armour ter um contrato de exclusividade com o São Paulo, a empresa norte-americana só passará ater sua marca estampada pelo Fluminense a partir do meio do ano, mais especificamente no Campeonato Brasileiro.

O Fluminense encerra, dessa forma, uma longa novela que começou em 2016, quando, depois de quase duas décadas, deixou a Adidas para assinar com a Dryworld, que entrava no mercado brasileiro. A aposta, que parecia produtiva, mostrou-se ser um erro quando a empresa, sediada no Canadá, passou a atrasar os pagamentos ao Tricolor. De acordo com informações vindas das Laranjeiras, a dívida está na faixa de R$ 15 milhões e o clube, inclusive, já entrou na Justiça daquele país, exigindo ressarcimento.

Enquanto isso, dentro de campo, o time segue correspondendo às expectativas.

Publicidade

No Estadual do Rio, o Flu tem 100% de aproveitamento, além de encerrar a fase classificatória da Taça Guanabara na liderança do Grupo C e garantido nas semifinais da competição estadual. Na Copa do Brasil, o Tricolor, na última quarta, espantou a zebra ao golear, o Rio Grande do Norte, o Globo-RN por 5 a 2 e, na segunda fase, encara, a partir do próximo dia 1º de março, às 19h30 (de Brasília), no Mato Grosso, o Sinop. Mesmo em posição superior no Ranking da CBF, os cariocas não têm qualquer vantagem. Sendo assim, havendo empate durante os noventa minutos, terão que buscar a vaga nos tiros livres da marca de pênalti. #Mercado da bola #PaixãoPorFutebol