O fim da carreira de um jogador profissional é sempre dolorosa. Deixar a rotina dos gramados pode ser muito complicado, uma vez que o atleta passou a maior parte de sua vida tendo esta vida. Para Ronaldinho Gaúcho, porém, a história parece ser diferente.

Durante o jogo do All-Star de basquete, nos Estados Unidos, o jogador deixou bem claro aos repórteres que não atuará mais no #Futebol profissional. Segundo ele, não irá disputar mais nenhuma partida oficial, atuando apenas em alguns jogos de despedida, nos principais clubes onde atuou em sua carreira.

Embaixador do Barcelona desde o início de fevereiro, Ronaldinho, que teve uma brilhante passagem pelo Clube Catalão, viaja o mundo divulgando a imagem e a marca do time.

Publicidade
Publicidade

Segundo o craque, que se aproxima dos 37 anos de idade, o tempo inevitavelmente chegou, e não há mais como seguir adiante na carreira de jogador profissional. De acordo com Ronaldinho, a falta de objetivos dentro do esporte se tornou o maior motivo de sua #aposentadoria, o que faz sentido, afinal, o jogador já alcançou praticamente tudo o que o futebol poderia lhe oferecer, em termos de títulos e prêmios individuais.

A rotina de treinamentos e viagens, segundo ele, tornou-se desgastante, fazendo com que ele não tivesse a mesma ambição que outrora se notava no auge de sua carreira.

Eterno ídolo da seleção brasileira, o Gaúcho fez história também na Europa, tendo conquistado muitos títulos por todos os times em que passou. As torcidas dos times brasileiros também conhecem bem o atleta, ainda mais devido a suas passagens por Flamengo, Atlético/MG - onde conquistou o título inédito da Libertadores da América - e Fluminense, último clube onde atuou profissionalmente, tendo feito uma passagem relâmpago por ele.

Publicidade

A verdade é que todos já aguardavam pela sua aposentadoria, que parece se confirmar a partir de agora. O futebol torna-se mais "pobre", sem o talento, genialidade e ousadia de #Ronaldinho Gaúcho. Há alguns anos sem atuar em alto nível nos gramados profissionais, o atleta tornou-se uma espécie de "lenda" para os fãs, não só pela sua vida dentro das quatro linhas, mas também sua agitada vida social.