A busca por um novo camisa 9 no São Paulo deve estar chegando ao fim, isso porque o clube está bem próximo de anunciar o atacante Lucas Pratto, atualmente no Atlético-MG. Segundo Caio Ribeiro, comentarista da Rede Globo, os dois clubes já chegaram a um acordo pelo argentino.

Ao que tudo indica, o tricolor deve ter um novo matador no seu time. Cobiçado pelo Palmeiras e pela sua patrocinadora, Crefisa, Pratto pode vir jogar no #Futebol de São Paulo e no muro do lado. O atleta chegou a receber uma proposta da China, mas recusou por querer disputar a próxima Copa do Mundo e sabe que o futebol brasileiro tem uma vitrine muito grande.

Publicidade
Publicidade

A intenção do São Paulo é anunciar o atacante até sábado para apresenta-lo no domingo, antes da partida contra a Ponte Preta pelo Campeonato Paulista, junto com o volante Jucilei, que já tem um acerto com o clube e depende apenas de exames médicos para assinar contrato. Será uma forma de chamar a torcida para o estádio, já que além dessas novidades no elenco, será a primeira vez de Rogério Ceni dentro do Morumbi como técnico.

O Atlético ainda não convocou nenhuma coletiva para explicar o caso, pois querem que o próprio jogador faça isso, e para o Galo é um ótimo negócio, já que quando comprou o argentino pagou 5 milhões de dólares e hoje deve vender por quase 6 milhões de euros, além de diminuir a folha salarial que está alta demais e não tem mais o investidor e patrocinador do ano passado, que investiu em grandes jogadores para o clube mineiro.

Publicidade

A negociação não é tão simples. O Atlético-MG tem 70% dos direitos do Pratto. O Vélez Sarsfield, da Argentina, ex-clube do atleta; Supermercados BH e alguns outros investidores também têm que ser consultados.

Pratto, como ainda é jogador do Galo, entrará em campo amanhã em partida contra o Joinville, pela Primeira Liga. O centroavante não anda muito feliz com a falta de oportunidades que estava tendo recentemente no clube e está pensando em sair da equipe.

Já o novo treinador do tricolor, desde que assumiu seu novo cargo sentiu a necessidade de se achar um centroavante. Tanto que antes do Pratto, o São Paulo tentou Calleri e o paraguaio Cristian Colmán, porém sem sucesso. #Esporte #São Paulo FC