O cenário estava montado: volta de Rogério Ceni ao Morumbi, time empolgado após a classificação na Copa do Brasil, estádio lotado e rival de respeito. Todos esses ingredientes mostravam que o jogo desta tarde de domingo tinha tudo para ser um dos melhores da rodada, e a expectativa se confirmou.

Os pouco mais de 50 mil tricolores que foram assistir ao jogo estavam empolgados antes mesmo do início da partida. A volta do maior ídolo, desta vez como treinador, vem enchendo os são-paulinos de esperança, e tamanha foi a festa dentro do Morumbi no momento em que o antigo goleiro do clube da capital foi anunciado, gritos eufóricos e extasiantes entoavam por todo o estádio.

Publicidade
Publicidade

Logo no início de jogo, o São Paulo já dava uma amostra de como seria a partida, com muita pressão dentro da área defensiva alvinegra. Mas o futebol é uma caixinha de surpresas, aos 21 minutos, uma roubada de bola no meio-campo gera um contra-ataque mortal, resultando no gol do volante Matheus Jesus, para a festa da torcida campineira. Esta situação poderia ter desestabilizado o time tricolor, mas o que se viu foi o contrário. 10 minutos depois, Gilberto deixa a defesa da Ponte na saudade, bate cruzado e o goleiro defende, no rebote Cueva empata a partida. O ímpeto tricolor em busca da vitória continuou, e a virada veio aos 43 do primeiro tempo, Cueva cruza para Gilberto, o atacante não perdoa e marca o gol que fez o Morumbi explodir de alegria.

O panorama do jogo não mudou na segunda parte da partida, por incrível que pareça, o ritmo do jogo se tornou ainda mais alucinante.

Publicidade

O tricolor paulista não se cansava de buscar o ataque, e em pouco mais de 120 segundos conseguiu marcar dois gols, aos 11 com Thiago Mendes, e aos 12 minutos, com Gilberto novamente. Após isso, a Ponte Preta sentiu o golpe, perceptível até mesmo na posse de bola, que chegou a mais de 76% a favor do tricolor.

Gilberto deu o golpe de misericórdia aos 24 minutos, após cobrança de escanteio, o atacante mandou para o fundo das redes, marcando seu terceiro gol na partida. O 5x1 no placar sacramentava a primeira vitória tricolor no campeonato, e era o suficiente para a torcida do São Paulo enlouquecer nos gritos de olé a cada troca de passes. No final do jogo, o atacante Lucca ainda marcou outro gol para a Ponte, mas já era tarde demais. As sucessivas falhas na defesa condenaram a equipe de Campinas, após um primeiro tempo jogado de maneira igual contra o tricolor paulista. Por fim, São Paulo 5 x 2 Ponte Preta. #Campeonato Paulista #São Paulo FC