Apesar de #Eurico Miranda não ser um presidente que costuma demitir rapidamente os treinadores que contrata, uma desclassificação na primeira fase da Taça Guanabara vai deixar o treinador Cristovão Borges na ''corda bamba''. Isso porque o mandatário já deixou claro várias vezes a importância que dá para o Estadual. Então, chegar à semifinal é visto como obrigação dentro do clube. Portanto, se o pior acontecer com o cruzmaltino, a situação do atual comandante pode ser insustentável.

Mesmo que o presidente costume bancar normalmente o que acredita, a pressão da torcida, da mídia no geral e, principalmente, dos conselheiros pode ser decisiva.

Publicidade
Publicidade

Dentro do clube, a resistência ao nome dele já é grande. Com a possibilidade deste tropeço, ficaria complicado segurar o treinador.

Escolha por Cristovão

Desde que chegou, Eurico Miranda explica a contratação de #Cristovão pelo que realizou com o time na outra passagem pelo #Vasco, na qual esteve presente, como auxiliar, no título da Copa do Brasil. Como técnico foi vice-campeão brasileiro, além de ser o comandante na elogiada trajetória da Libertadores de 2012.

Mas depois disso, o treinador não engrenou bons trabalhos, seja no Fluminense, Flamengo e Corinthians. Passagens curtas e conturbadas, nas quais os torcedores não tiveram paciência com ele e pegavam no pé o tempo inteiro.

Possibilidades no campeonato

Para não avançar no torneio, o Vasco precisaria perder ou empatar com a Portuguesa, e o Volta Redonda vencer o time reserva do Fluminense.

Publicidade

O técnico do Tricolor Carioca, Abel Braga, confirmou que não usará força máxima. O cruzmaltino depende apenas dele para conseguir a vaga, basta fazer sua parte.

Se o improvável acabar ocorrendo, o Vasco não ficaria de fora do torneio, até porque ainda tem a Taça Rio. E diferente das outras edições, os times de melhores campanhas na classificação geral também se classificam, formando um quadrangular com os dois campeões de turno.

Chegada de reforços

A cúpula de futebol do Vasco foi ao mercado e trouxe alguns jogadores considerados de nível, alguns até indicados por Cristovão, como os casos de Wagner e Jean. Outros como Kelvin e Gilberto também são vistos como de qualidade.

Esse esforço que a diretoria está fazendo, mesmo com poucos recursos financeiros, é mais um motivo para treinador ter o compromisso de classificar o Vasco.