A situação do Grêmio #Catanduvense é cada vez mais delicada dentro do Campeonato Paulista Série A-3. Depois de perder para o Taboão da Serra por WO no meio de semana, o time agora corre contra o tempo para liberar o estádio Silvio Salles e ainda tentará fazer com que a partida contra o São Carlos, marcada para este domingo, seja transferida para outra data. Caso não consiga, o time sofrerá novo #WO, o que significaria a eliminação da competição e outras sanções impostas pela Federação Paulista.

No site da Federação o jogo já consta como suspenso, o que é um forte indício que o time realmente sofrerá o segundo WO. O Tribunal de Justiça Desportiva irá analisar o caso e se for mesmo condenado, o Bruxo poderá ficar suspenso por dois anos das competições e ainda pagar uma multa.

Publicidade
Publicidade

Na sexta-feira (17), um novo laudo da Polícia Militar manteve o estádio impedido de receber partidas. Além disso, o clube ainda teve negado o pedido para jogar com os portões fechados. O caso se arrasta desde o último mês de outubro, quando a PM fez a primeira vistoria e constatou que o local não oferecia segurança para o público. Os dirigentes do clube alegam que as melhorias solicitadas foram feitas, mas após nova inspeção, a praça esportiva continua interditada.

Na segunda rodada da competição – quando atuou pela primeira vez como mandante – o Grêmio Catanduvense ainda conseguiu transferir a partida contra o São José dos Campos para o estádio Anísio Haddad, em São José do Rio Preto.

Mesmo que ainda consiga permanecer na disputa, o time terá que lutar muito para não ser rebaixado para a quarta divisão.

Publicidade

Em cinco rodadas, o time perdeu quatro vezes (incluído a por WO para o Taboão da Serra) e tem apenas uma vitória. Seis equipes serão rebaixadas ao final da primeira fase.

Cotia caiu

Caso o Grêmio Catanduvense seja excluído do Campeonato Paulista da Série A-3, este não seria um caso inédito. Em 2015, o Cotia viveu situação parecida. Com seu estádio sem condições de mandar as partidas, o clube perdeu na primeira rodada, para o Sertãozinho, por WO. Depois passou a mandar jogos na Rua Javari e em Capão Bonito, até que na 16ª rodada, o time sofreu um segundo WO, desta vez para o Taubaté, e acabou excluído da competição.

Com todos os problemas enfrentados e sem poder jogar em casa, o time fazia até que uma boca campanha. Mesmo com perdendo duas vezes por WO e impedido de entrar em campo nas três últimas rodadas, o Cotia, em pontos, foi o 16º colocado com 21 pontos. Na época apenas os quatro últimos eram rebaixados. Quem acabou sem dando bem foi o Rio Preto, que tinha ficado uma posição abaixo. Após isso o time desapareceu do cenário futebolístico. #Paulistão