Talisca, uma das jovens promessas da seleção brasileira, resolveu esclarecer, de uma vez por todas, as dúvidas que ainda estão bem presentes com a sua saída temporária e polêmica do Benfica. Durante uma longa entrevista ao “Esporte Esportivo”, o jovem craque, que era habitual titular do clube português, garantiu que, antes de ir para o Besiktas, ficou dois meses no Benfica, trabalhando normalmente, sem receber, apontando as culpas para o Presidente Luís Filipe Vieira. Nas redes sociais, muitos portugueses garantem estar envergonhados com a imagem que o Benfica está dando do futebol português com esse alegado incumprimento salarial.

Com ainda um contrato válido com o Benfica, Talisca, de vinte e três anos, não tem qualquer problema em falar abertamente sobre os seus problemas com o clube português, garantindo que acabou sendo forçado a sair para a Turquia, quando ele garante que não queria sair de Portugal, ao contrário do que o Presidente estava dizendo publicamente.

Publicidade
Publicidade

“O que estava falado é que eu ia ser vendido. Se soubesse que eu sair por empréstimo não me tinha deixado ir. Só retorno ao Benfica se for obrigado”, garantiu Talisca durante a longa entrevista ao “Esporte Esportivo”, onde falou sobre a sua carreira. Mesmo estando ligado ainda ao Benfica, Talisca não tem dúvidas e afirma que não quer jogar mais pelo clube que o lançou, apontando responsabilidades para a direção benfiquista. “Tinha trabalhado dois meses no Benfica e não recebi", terminou o jogador brasileiro.

As afirmações graves do jovem craque rapidamente foram compartilhadas nas redes sociais, fazendo com que muitos sócios do Benfica revelassem estar envergonhados e até preocupados pela forma como toda essa situação está sendo tornada pública. De relembrar que, na opinião da maioria da torcida benfiquista, Talisca era considerado um jogador muito útil, tendo sido fundamental com vários gols na excelente trajetória na Liga dos Campeões por parte do Benfica.

Publicidade

Resta agora aguardar para tentar perceber se a situação dos salários vai ser regularizada ou se Talisca vai mesmo processar o atual campeão da Liga portuguesa. #Negócios #Futebol Internacional