U

Uma das grandes contratações do Sporting, de Portugal, no início da temporada, o atleta Nélson Évora, ex-campeão olímpico, admitiu publicamente que, apesar de ter traído o Benfica há alguns meses, continua sendo “benfiquista”. Durante uma entrevista ao jornal Record, o atleta, que se sagrou novamente campeão português de atletismo, garante que, apesar de ser do Benfica desde pequenino, é sobretudo profissional e está gostando muito de representar o seu novo clube.

Contudo, vários sócios do Sporting usaram já as redes sociais para mostrar todo o seu desagrado com as palavras do seu atleta, ficando chocados e revoltados com a confissão em público.

Publicidade
Publicidade

Foi um dos assuntos mais midiáticas do #Esporte em Portugal no último ano.

Depois da sua participação nas Olimpíadas do Rio de Janeiro, e após uma enorme ligação profissional com o Benfica, Nélson Évora anunciou que iria trair o seu clube de coração para rumar para o Sporting, onde recebe muito mais do que estava recebendo no Benfica. Esse “desvio” acabou aumentando ainda mais a rivalidade entre os dois clubes portugueses, sendo que até os dois presidentes fizeram questão de comentar o caso publicamente.

“Sou benfiquista desde pequeno, não é por representar o Sporting que deixo de o ser”, garantiu muito abertamente o atleta português durante a sua longa entrevista ao jornal esportivo Record. A contratação foi encarada como sendo uma vingança de Bruno de Carvalho contra o Benfica, depois de Carrillo ter saído a custo zero do Sporting para o Benfica.

Com uma rivalidade histórica e mais escaldante do que nunca, muitos torcedores sportinguistas não estão contentes por terem um atleta que é assumidamente benfiquista, questionando se o clube deveria continuar pagando seu salário depois das declarações polêmicas.

Publicidade

Em uma altura em que o Sporting está praticamente afastado da luta pelo Campeonato português, essa novidade é mais um duro golpe na temporada esportiva do clube, que fez questão de dispensar muitos jogadores no último mês de janeiro para conseguir controlar seus custos. Será que, depois dessa confissão chocante para muitos sócios, também o futuro de Nélson Évora está em risco? #Negócios