Bruno Fernandes das Dores de Souza, mais conhecido como #Goleiro Bruno, é um futebolista brasileiro que atua como goleiro. Foi detido em 2010, condenado a 22 anos e três meses de reclusão, em regime inicial fechado, pela ocultação de cadáver de Eliza Samudio, sua ex-namorada, e também pelo sequestro e cárcere privado do filho Bruninho.

O goleiro cumpriu 6 anos e 7 meses da pena e foi solto da prisão graças a um habeas corpus assinado pelo juiz do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJ-MG). Em menos de 15 dias de liberdade, o goleiro foi cogitado pelo clube mineiro Boa #Esporte. O contrato do clube com o jogador deve ser assinado somente nesta segunda-feira (13), quando o jogador chegar a Varginha (MG) e a sua apresentação oficial acontece na terça-feira,14.

Publicidade
Publicidade

A decisão da diretoria do time não agradou os patrocinadores e nem a torcida. E a grande rejeição ao acerto do Boa com o goleiro Bruno fez com que a empresa Nutrends Nutrition, retirasse o patrocínio com time. O comunicado foi feito nesse sábado, 11, em uma rede social. O time ainda sofre pressão do patrocinador que ameaça retirar apoio. Rafael Góis, executivo da Góis & Silva, afirmou que o goleiro havia cometido um ato extremamente grave, mas ainda sim merecia uma nova chance. Segundo ele, o patrocinador acredita na segunda chance, mas devem concordar com a maioria, depois da comoção nacional, viu a necessidade de rever a situação.

A torcida está fazendo um abaixo-assinado contra a contração e nas redes sociais, já surgiram comentários e memes criticando a atitude do clube. Além disso, uma petição foi criada contra a contratação do jogador e nas páginas oficiais do clube na internet, os usuários comentaram em peso as últimas publicações - a maioria em tom crítico.

Publicidade

O time mineiro, #Boa Esporte, publicou na sua página do Facebook uma nota, assinada pelo presidente Rone Moraes da Costa. esclarecendo e defendendo a contratação de Bruno. Segundo a publicação o time está cumprindo com a obrigação social em cooperar com a recuperação do ser humano.