Parece que #Atlético Paranaense e Globo estão mesmo longe de um entendimento. Depois de ver seus planos de transmitirem o clássico contra o Coritiba quase irem por água abaixo, o que fez muitos torcedores acusar a emissora carioca de ter agido nos bastidores, o clube adotou uma medida radical ao não ceder o melhor dos “melhores momentos” do Atletiba para o canal.

Por força de lei, os detentores dos direitos de transmissão são obrigados a repassar 3% das imagens de um jogo para fins jornalísticos. Porém, não é especificado quais imagens irão compor essa porcentagem, ficando a critério do cedente escolher quais partes do jogo fornecer.

Publicidade
Publicidade

Dessa forma, o Furacão, com o aval de seu rival e parceiro Coritiba, cedeu alguns lances, mas deixou de fora outros decisivos, como os gols da partida, vencida pelo Atlético por 2 a 0. O time justifica a decisão afirmando que os “melhores momentos” são algo muito valoroso, não podendo ser cedidos de graça.

Assim como no caso que culminou no adiamento do clássico, a Globo se manifestou por meio de seus programas locais no Paraná e também pelo canal SporTV. Os apresentadores informaram que não poderiam exibir os gols que estavam na internet por não terem os direitos de transmissão e lamentou a forma como o clube agiu.

A rixa entre clube e emissora começou quando tanto Atlético como Coritiba recusaram uma proposta feita pela Globo por considerarem muito abaixo do que esperavam. Sem acordo para exibirem seus jogos no Campeonato Paranaense pela TV, os times decidiram inovar e transmitir o clássico, inicialmente marcado para o dia 19 de fevereiro, pelo YouTube e suas páginas oficiais no Facebook.

Publicidade

Momentos antes da bola rolar, com os times já em campo, o árbitro recebeu uma determinação da Federação Paranaense para que não autorizasse o início do jogo enquanto que a transmissão pela internet estivesse sendo feita. A justificativa dada pela FPF foi que os profissionais que fariam a transmissão não estavam devidamente credenciados. Os clubes bateram o pé e afirmaram que sem transmissão não haveria jogo. E foi o que aconteceu. Não demorou muito para a ira dos torcedores serem direcionadas à emissora, que foi acusada de agir nos bastidores para impedir que o jogo fosse mostrado pelas redes sociais.

Depois de muita polêmica, na última quarta-feira (1º), finalmente o jogo foi realizado, tendo uma audiência de mais de 3 milhões de pessoas. #TV Globo #Televisão