Flamengo e Vasco se enfrentarão próximo domingo (26) às 18h30, no Estádio Mané Garricha, em Brasília. O jogo tinha tudo para acontecer no Rio de Janeiro diante de milhares de pessoas no maior templo do futebol, o Maracanã, mas nos últimos anos o futebol carioca vem sofrendo com a falta de estádios para realizar as partidas.

Assim como na semifinal da Taça Guanabara, Flamengo e Vasco não se enfrentarão no Maracanã. A Ferj (Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro) tentou de várias formas realizar o evento no estádio da final da Copa do Mundo de 2014, mas o alto valor pedido pela concessionária impediu que o jogo fosse realizado no local.

Publicidade
Publicidade

Valores da negociação

A entidade tentou viabilizar o evento inicialmente para sábado (25), no Estádio Mario Filho, onde a partida válida pela segunda rodada da Taça Rio estava marcada na tabela da própria federação de futebol. A Ferj, em negociação com a concessionária do estádio, recebeu como resposta que teria de desembolsar R$ 500 mil para realizar a partida no Maracanã.

Como o valor não agradou, a federação efetuou uma contraproposta, que foi considerada baixa pela atual administração do estádio.

Histórico recente do Maracanã

O estádio estava jogado as traças até a estreia do Flamengo na Libertadores da América. Para jogar em solo carioca, o clube desembolsou cerca de R$ 2 milhões para fazer reformas e trocar o gramado do estádio, deixando o local em condições de receber novamente grandes eventos.

Publicidade

O primeiro realizado, após o Flamengo ter promovido seu jogo no templo do futebol, seria o clássico entre Botafogo e Vasco, mas o local da partida também foi alterado pelo alto valor pedido pela concessionária que administra o Maracanã. O jogo acabou sendo realizado no Estádio Nilton Santos, o Engenhão.

A Federação do Rio de Janeiro indicou que tentaria levar os jogos Botafogo x Vasco e Fluminense x Flamengo para o Estádio Mario Filho, mas não esperava esbarrar no alto valor pedido.

O novo clássico Fla-Flu ainda não tem definição de local, uma vez que a concessionária pede R$ 600 mil para a realização da partida. Para o jogo entre Flamengo e Vasco, Brasília foi a solução encontrada.

Uma pequena comparação deve ser feita para chegar aos valores absurdos pedidos. Na final da Taça Guanabara entre Flamengo x Fluminense, foram pagos R$ 200 mil pelo aluguel do Engenhão, administrado pelo Botafogo. #Campeonato Carioca