Na ensolarada e calorosa manhã deste sábado, o Fluminense encerrou os seus preparativos para, no domingo, a partir das 19h (de Brasília), no estádio Elcyr Resende, em Bacaxá, distrito de Saquarema, encarar o Boavista pela rodada de abertura da Taça Rio, terceira fase do #Campeonato Carioca.

Antes do treinamento comandado por Abel Braga, realizado, mais uma vez, sem a presença de jornalistas no CT Pedro Antônio, na Barra da Tijuca, os jogadores prestarem uma singela homenagem à Rhyanna, Com seis anos, a menina, que luta contra uma mielomeningocele, doença na qual se perde a firmeza dos membros inferiores, estava acompanhada dos pais e entrou no gramado, recebendo uma camisa oficial da agremiação das Laranjeiras, além de tirar fotos com todos os jogadores.

Publicidade
Publicidade

Encerrada a atividade, a delegação tricolor, de ônibus, seguiu viagem para a cidade da Região dos Lagos. A escalação permanece sendo um mistério, mas, de acordo com o que Abel Braga havia prometido depois do empate de 1 a 1 com o Criciúma na noite de quinta (partida de ida da terceira fase da Copa do Brasil), ainda nos vestiários do Heriberto Hulse, em Santa Catarina, o Fluminense, que já está garantido nas semifinais do Estadual por ter conquistado a Taça Guanabara, irá preservar quase todos os titulares. As únicas exceções deverão são o goleiro Júlio César e o atacante Richarlison.

Recuperado de uma lesão no tornozelo direito, o centroavante Pedro, revelado na base do Tricolor, tem grandes chances de iniciar a partida. Ele disputa vaga com Lucas Fernandes, outro vindo das categorias inferiores.

Publicidade

Também contundidos, o goleiro Diego Cavalieri e o apoiador Gustavo Scarpa permanecem de fora. Ainda não há previsão de retornos de ambos.

Dessa maneira, o #Fluminense, que só levantou o troféu da Taça Rio em duas ocasiões ao longo da história (1990 e 2005), deverá vir assim escalado: Júlio César (Marcos Felipe), Renato, Frazan; Ygor Nogueira e Marquinhos Calazans; Pierre, Wendell, Marquinhos e Marcos Júnior; Richarlison e Pedro (Lucas Fernandes). #PaixãoPorFutebol