Aja coração! A quarta-feira será um dia de bastante expectativa para a torcida do #Palmeiras. O Verdão já está em Tucumán, na Argentina, onde enfrenta o Atlético Tucumán pela primeira rodada da fase de grupos da Copa Libertadores 2017.

O duelo contra a equipe centenária começa às 21h45 e terá transmissão da Globo (pelo menos confirmado para São Paulo). O técnico Eduardo Baptista passará por uma 'prova de fogo' essa semana. Após a estreia, o Alviverde encara o São Paulo no Allianz Parque pelo Campeonato Paulista. Pesa muito o fato de o Verdão ter perdido o primeiro clássico da temporada. Na Arena Corinthians, 1 a 0 para o time da casa.

Publicidade
Publicidade

E tome vaias para o trabalho do treinador.

Mesmo cercado de desconfiança, Baptista tem total apoio da diretoria do Palmeiras. Tanto Alexandre Mattos, executivo de futebol, quanto Maurício Galiotte, presidente, apostam no trabalho do treinador para a temporada. Já foi conversado que a #Copa Libertadores é a prioridade máxima da equipe, sem deixar outras competições de lado (mas sem a mesma 'fome').

Escalação

Baptista pode escalar o Palmeiras no famoso 4-3-3. Após escalar o time no 4-1-4-1, o técnico viu que o time emperrou em campo. Dudu não conseguiu trabalhar direito e o setor com um volante ficou estranho. Portanto, se optar por jogar mais aberto, deve entrar em campo com Fernando Prass; Jean, Edu Dracena, Vitor Hugo e Egídio; Felipe Melo, Zé Roberto e Alejandro Guerra; Keno, Dudu e William.

Publicidade

Existe a opção também de jogar com dois volantes. Muitos torcedores já condenaram essa formação via rede social, mas é uma possibilidade real e, aliás, a mais provável de acontecer. Zé Roberto voltaria para a lateral, Thiago Santos entraria no lugar de algum meia ofensivo e o time ficaria assim: Prass; Zé Roberto, Vitor Hugo, Edu Dracena e Jean; Felipe Melo e Thiago Santos; Dudu, Guerra, Keno; Willian.

Ainda existe uma outra opção: a entrada de Miguel Borja no time titular já no início do jogo. Baptista ressaltou que só vai escalá-lo como titular se a parte física estiver 100%. O Departamento Médico não garantiu, mas ainda trabalha para deixar o atleta no nível da temporada. #Futebol Internacional