Desacreditado por parte da torcida, o naming rights da Arena #Corinthians voltou a agitar os bastidores do clube. A “novela” voltou a ser repercutida após a coluna Radar On-Line, da revista Veja, revelar que o Timão voltou a abrir negociações com novos interessados em patrocinar o estádio alvinegro.

Ainda de acordo com as informações apuradas pela coluna, o Corinthians modificou a forma de tratar os #Negócios e agora está oferecendo um pacote para os interessados. Segundo o colunista Gabriel Mascarenhas, além de oferecer a mudança no nome do estádio, o Timão abriu a possibilidade de vender o espaço principal da camisa, hoje ocupado pela Caixa, juntamente com o naming rights.

Publicidade
Publicidade

Desta forma, o novo patrocinador da Arena terá sua marca estampada no uniforme alvinegro.

Até o momento, são duas empresas aéreas que demostram interesse em patrocinar o Corinthians: Qatar Airways e a Turkish Airlines. Os valores estão girando em torno de R$ 80 milhões por temporada.

Segundo o diretor financeiro Emerson Piovezan, o Corinthians voltou a negociar o nome do estádio após todas as especulações serem esquecidas, já que este fato estava atrapalhando as futuras tratativas. Vale ressaltar que o Timão sofreu com as negativas no ano passado e isso estava frustrando as possíveis novas negociações. Agora, o clube paulista voltou à estaca zero e tenta acertar o quanto antes com o novo patrocinador.

Há cinco anos, o Corinthians tenta conseguir um naming rights para sua Arena. Porém, o mau momento financeiro que o Brasil está passando atrapalhava a forma de negociação.

Publicidade

As primeiras tentativas do Timão era conseguir um patrocínio longo, com duração de aproximadamente 20 anos. Por ser um contrato de longa duração, os dirigentes do clube não conseguiram uma marca para patrocinar o estádio.

Após fracassar nas primeiras tentativas, o Corinthians mudou a forma das negociações e agora está oferecendo um contrato curto. Segundo informações, o clube pensa em negociar e acertar um vínculo contratual de três temporadas. Com isso, o clube arrecadaria em torno de R$ 240 milhões em três anos. #Futebol