Em um festival de erros, principalmente de seu sistema defensivo, o Fluminense perdeu a sua invencibilidade no #Campeonato Carioca neste domingo ao ser derrotado, no Giulite Coutinho, em Édson Passos, pelo Nova Iguaçu por 3 a 1, em confronto da segunda rodada da Taça Rio.

Com três pontos, o Tricolor se iguala à Portuguesa-RJ (mais cedo, venceu o Macaé por 2 a 1), mas, como tem melhor saldo de gols em relação ao adversário, a equipe das Laranjeiras permanece na liderança do Grupo C. Enquanto isso, o Laranjão da Baixada, com seis pontos, é o segundo do Grupo B.

Na próxima quarta, às 15h30 (de Brasília), o Nova Iguaçu volta a jogar pelo Carioca, recebendo, no Laranjão, a Portuguesa.

Publicidade
Publicidade

Na quinta, às 21h45 (de Brasília), o #Fluminense, já classificado para as semifinais do Estadual, tem, no Nilton Santos, o clássico diante do Botafogo.

Usando, mais uma vez, um time basicamente formado por reservas (apenas Orejuela e Diego Cavalieri, dos titulares, estavam em campo), o Flu começou a tropeçar logo aos cinco minutos. Em saída errada de Reginaldo, Caio Cezar avançou, driblou o próprio zagueiro, que tentava recupera a bola, antes de cruzar. Wesley furou, porém, Marlon aproveitou para tocar debaixo de Diego Cavalieri, abrindo o placar para o Nova Iguaçu.

A resposta tricolor não demorou a acontecer. Aos 11, Matheus Norton avançou pela direita e lançou na área. Mostrando a sua vocação de centroavante, Pedro subiu sem marcação e, de cabeça, mandou à direita de Jefferson para empatar.

Publicidade

Três minutos depois, Pedro teve a oportunidade de virar para o Fluminense depois de boa jogada de Osvaldo pela esquerda, mas errou na hora finalizar.

Se o ataque funcionava, a defesa não estava em seus melhores dias. Aos 37, em nova falha, dessa vez de Nogueira, Adriano entrou livre pela esquerda e, na saída de Diego Cavalieri, mandou para o fundo das redes: Nova Iguaçu 2 a 1.

Veo a segunda etapa e, com uma forte marcação, o Nova Iguaçu bloqueava as ações do Tricolor. Aos 15, no entanto, Osvaldo correu pela esquerda e cruzou. Após uma bate-rebate, Pedro desperdiçou outra grande chance.

O Nova Iguaçu não se abateu com o susto e, aos 26, sacramentou os três pontos. Paulo Henrique bateu falta do lado esquerdo, Diego Cavalieri rebateu, mas a bola bateu na canela de Nogueira antes de entrar.

Por duas ocasiões, Pedro ainda tentou, sem sucesso, livrar o Fluminense da perda da invencibilidade. No final, euforia do Nova Iguaçu e tristeza dos garotos tricolores.

FICHA TÉCNICA

FLUMINENSE 1x3 NOVA IGUAÇU

Competição: Campeonato Carioca - Taça Rio (segunda rodada).

Publicidade

Data: 19/03/2017 (domingo).

Horário: 16h00 (de Brasília).

Local: Giulite Coutinho, em Édson Passos, distrito deMesquita (RJ).

Árbitro: Pathrice Correa Maia (RJ).

Renda: R$ 38.255,00.

Público: 1.958 pagantes.

Cartões amarelos: Reginaldo, Nogueira e Léo (FLU); Paulo Henrique, Lucas, Vinicius Matheus e Simões (NIG).

Cartão vermelho: Não houve.

Gols: Marlon (5'/1ºT), Pedro (11'/1ºT); Adriano (37'/1ºT) e Nogueira (contra) (27'/2ºT).

FLUMINENSE: Cavalieri; Mateus Norton, Nogueira, Reginaldo e Calazans; Orejuela, Wendel, Marquinho (Léo); Osvaldo (Maranhão), Marcos Jr. (Lucas Fernandes) e Pedro.

Técnico: Abel Braga.

NOVA IGUAÇU: Jefferson; Crispin (Vinicius Matheus), Simões, Murilo Henrique e Lucas; Anderson (Iuri), Paulo Henrique, Caio Cezar (Renan Silva); Wescley, Marlon e Adriano.

Técnico: Edson Souza. #PaixãoPorFutebol