O Palmeiras é líder isolado no grupo C do Campeonato Paulista, com 15 pontos já somados. O Verdão volta a campo neste sábado (11), às 16h, para duelar contra o São Paulo, no chamado Choque-Rei. A partida será na Arena do Palmeiras e válido pela oitava rodada da competição. Depois de jogar no meio de semana pela Copa Libertadores da América, Eduardo Baptista estuda dar oportunidades a atletas que não atuaram como titulares na partida contra o Atlético Tucuman, da Argentina.

"A gente fala em poupar, mas é para ter o atleta o ano inteiro. Não podemos perder atleta durante um momento que pode ser prejudicial", destacou o treinador.

Publicidade
Publicidade

Por causa da viagem, início de temporada e condição conquistada no #Paulistão, o treinador do Palmeiras disse saber da importância do clássico, mas que também confia na força do seu elenco. O elenco alviverde é considerado, por muitos, o melhor do Brasil e uma das grandes forças dessa Libertadores.

Palmeiras para o clássico

O duelo será uma boa prova para o time na temporada. O rival tem um ataque que marca muitos gols e furou a defesa adversária em todas as partidas no ano. Mas, mesmo com a ideia de mandar um time misto a campo, Eduardo Baptista revelou confiar no plantel do seu time.

"O Palmeiras tem um elenco forte, sempre procuramos colocar em campo quem está em um melhor momento", declarou o treinador palmeirense.

Tchê Tchê

O meia Tchê Tchê está recuperado de lesão e pode ser uma novidade do Verdão para o clássico deste sábado, mas o técnico ainda vai decidir se um dos destaques da campanha no título do Brasileirão de 2016 vai jogar.

Publicidade

"É um jogador que, quando se machucou, vivia um grande momento”, mas ele está pronto para iniciar uma partida", ponderou.

A verdade é que o time deve ter Rafael Marques no ataque, além da entrada do meia Tchê Tchê e Edu Dracena na zaga, ao lado de Mina. O time que vai enfrentar o são Paulo deve ser diferente do que entrou em campo no meio de semana.

O Palmeiras enfrentou o São Paulo 41 vezes como mandante. São 20 vitórias, 10 derrotas e 11 empates. Em 1936, foi o primeiro embate entre as equipes e o rival se saiu melhor, 3 a 2. Porém, no mesmo ano, o time alviverde devolveu a derrota com um 3 a 0 no rival e iniciou uma série invicta de 10 jogos.

O Choque-Rei deve ser disputado com um time misto e com muita disputa no ataque. Keno é uma surpresa no inicio de temporada, William do Bigode quer se firmar, e Borja busca dar uma resposta depois da atuação de quarta-feira. O colombiano perdeu algumas chances de dar a vitória ao Verdão. #verdao