Não é só dentro de campo que Botafogo, Fluminense e Vasco vão agindo. Neste sábado, surgiu a informação de que, nos próximos dias, esses três grandes clubes do futebol do Rio de Janeiro oficializarão um acordo de patrocínio com a TIM.

Os valores da negociação não foram revelados, mas, de acordo com os bastidores, cada uma das equipes receberá, por um ano, o mesmo valor pago ao Flamengo. O Rubro-Negro, inclusive, deverá estender o seu contrato com a empresa do ramo de telefonia.

Caso não ocorra qualquer tipo de surpresa de última hora, a marca da TIM será estampada na numeração das camisas dos jogadores já a partir da rodada do próximo meio de semana.

Publicidade
Publicidade

De todos, o Fluminense é o único que segue buscando um patrocinador master. Recentemente, o departamento de marketing do clube das Laranjeiras descartou uma oferta de R$ 11 milhões da Caixa Econômica Federal. O espaço no número das camisas não era ocupado desde a saída da Voxx, empresa do grupo de suplementos alimentares. Enquanto isso, Flamengo, Vasco e Botafogo têm a Caixa como a principal parceira.

Se, fora de campo, o Flu leva desvantagem frente aos rivais, o momento negativo dentro das quatro linhas pertence aos cruzmaltinos. Na última quinta, o Vasco acabou sendo eliminado precocemente da Copa do Brasil ao perder, em Salvador, para o Vitória (1 a 0). Por outro lado, o Tricolor, além de garantir presença na quarta fase da competição nacional, carimbou, de forma antecipada, a sua presença nas semifinais do #Campeonato Carioca com o título da Taça Guanabara.

Publicidade

Simultaneamente, Flamengo e Botafogo disputam a Taça Libertadores da América.

Neste final de semana,os quatro grandes voltam as suas atenções para a Taça Rio, terceira fase do Estadual. No sábado, o Flamengo, a partir das 18h30 (de Brasília), encara o Resende no Raulino de Oliveira. No mesmo horário, só que no domingo, Vasco e Botafogo disputam´, no Nilton Santos, o clássico da segunda rodada. Também no domingo, só que as 16h (de Brasília), o Fluminense recebe no Giulite Coutinho, em Édson Passos, o Nova Iguaçu. #Mercado da bola #PaixãoPorFutebol