Em sua primeira entrevista a respeito da ação judicial contra o jogador Neymar Jr, em que o acusa de quebra de contrato de patrocínio, Delcir Sonda, empresário e dono da DIS Esportes e Eventos, disse com lágrimas nos olhos, aos repórteres, nesta última quarta-feira (29), que ficou magoado e se sentiu traído pelo atacante da #Seleção Brasileira e pelos pais do jogador em sua transferência ao clube catalão.

O motivo de tanta mágoa, quanto do processo judicial movido contra o atacante da seleção do #Barcelona, seria o fato da empresa de Delcir Sonda ser detentora de 40% dos direitos da transferência de #Neymar, que foi vendido pelo time do Santos a um dos maiores times do mundo, o Barcelona.

Publicidade
Publicidade

Em uma transação que foi informada que seria de 65 milhões de euros, mas que segundo o autor da ação seria de no mínimo 80 milhões de euros, Neymar e sua família teriam o objetivo de ludibriar ao informar um valor menor.

Durante a entrevista coletiva concedida no bairro dos Jardins, em São Paulo, Sonda falou ainda ser lamentável que a carreira de um jovem tão talentoso, e que tinha tudo para sempre brilhar, fique manchada por episódios criminais tão sérios. E ainda disparou aos repórteres que os esportistas servem de exemplo das crianças. E que no caso do jogador Neymar ir, quem vestir uma camisa dele, é a mesmo tempo apoiar o crime, desonestidade e corrupção.

Afirmou que sempre teve imensa consideração por Neymar e que jamais esperava uma traição da parte dele e de seus pais, como também nunca esperava ter que mover uma ação contra o ex-atacante santista, afirmando ter investido R$ 5,5 milhões no jovem atleta que nem havia jogado uma partida oficial pelo Santos.

Publicidade

Procurado pela imprensa para se manifestar sobre as acusações feitas durante a entrevista por seu ex-empresário, o namorado de Bruna Marquezine, que está no Brasil, onde fez uma partida pela seleção brasileira, e marcou um gol bastante comemorado na vitória de 3x0 do Brasil, em cima da seleção do Paraguai, não quis comentar as acusações de Sonda.