Ainda curtindo a ressaca pelo título da Taça Guanabara do último domingo, o Fluminense obteve novo bom resultado na noite desta quinta. No confronto de ida pela terceira fase da #Copa do Brasil, o Tricolor, no Heriberto Hulse, em Criciúma, ficou no 1 a 1 com o Criciúma.

Diante desse placar, a equipe das Laranjeiras, além da vitória, garante a vaga para a próxima etapa da segunda competição do futebol nacional com um empate sem gols no confronto da quarta que vem, às 19h30 (de Brasília), no Giulite Coutinho, em Édson Passos, região metropolitana do Rio de Janeiro. Já o Tigre precisa vencer ou de igualdades a partir de 2 a 2.

Publicidade
Publicidade

Caso o 1 a 1 seja repetido, o classificado virá através dos pênaltis.

Pela terceira vez seguida sem Gustavo Scarpa (recupera-se de uma lesão no tornozelo direito), o Fluminense repetiu a fórmula do clássico diante do Flamengo e escalou Richarlison, formando uma linha de três atacantes. Essa tática deu resultado logo aos 14 minutos, quando o camisa 70 recebeu passe de Sornoza, driblou o goleiro Édson e tocou para o meio. Também ligeiro, Wellington Silva se livrou de Diego Giaretta antes de rolar a bola para o gol vazio.

Com a vantagem, o Tricolor apostou ainda mais nos contra-ataques e, aos 18, poderia ter ampliado em uma falta na entrada da área. Douglas, porém, cobrou na barreira, desperdiçando a oportunidade.

Na garra e empurrado pela torcida, o Criciúma se lançou ao ataque e, aos 32, chegou ao empate.

Publicidade

Barreto deu belo lançamento na ponta direita. Andrew foi até a linha de fundo e cruzou em diagonal, colocando Alex Maranhão de frente para a meta defendida por Júlio César. De primeira, o camisa 10 acertou o ângulo, sem chances para o arqueiro tricolor.

Com Renato no lugar de Lucas, o Fluminense começou a segunda etapa pressionando, enquanto o Criciúma, bem postado no sistema defensivo, apostava na velocidade dos atacantes Jheimmy e Silvinho, que substituiram, respectivamente, os apagados Pitbull e Andrew.

Aos poucos, contudo, o time catarinense foi perdendo o fôlego e só não deixou o campo derrotado porque Léo, Pedro e Marcos Júnior (os dois últimos entraram para as saídas de Henrique Dourado e Wellington Silva) pararam nas boas defesas de Édson. #Criciúma X Fluminense #PaixãoPorFutebol