Como no primeiro jogo, o #Internacional não tomou conhecimento do time maranhense e aplicou uma goleada na partida válida pela terceira fase da Copa do Brasil. No jogo desta quarta-feira (15), com um público relativamente pequeno no Gigante da Beira-Rio, o clube gaúcho, mesmo com um time considerado de reserva, passou com facilidade pelo Sampaio Corrêa, com um placar de três a zero.

Após um começo de jogo morno, o colorado teve as maiores chances, com cerca de dois terços da posse de bola, mas não chegava com perigo ao gol da equipe conhecida como "Bolívia Querida" por conta de suas cores. Ao mesmo tempo, o adversário do alvirrubro gaúcho saía com perigo nos contra-ataques e nos erros de saída de bola da equipe gaúcha.

Publicidade
Publicidade

Com um cruzamento preciso de Fabinho, o atacante Carlos, trazido este ano do Atlético Mineiro, acertou uma forte cabeçada para abrir o placar. Um a zero, já no final do primeiro tempo.

Para o segundo tempo, o colorado veio com uma alteração: o ídolo D'Alessandro na vaga do venezuelano Seijas. Isso deu um gás extra ao time, que dominou ainda mais a partida.

Aos 24 minutos, o jovem lateral esquerdo Iago acertou um passe em profundidade e encontrou novamente Carlos, que com um toque sutil encobriu o goleiro adversário e fez o segundo gol dele e da equipe no jogo. Cinco minutos depois, uma pintura. D'Alessandro cobrou falta com perfeição e fechou o placar contra os maranhenses. Três a zero. O Inter não marcava gols de falta desde junho de 2015.

Com a classificação carimbada, o jogo fluiu sem maiores emoções até o final, quando o árbitro apitou sem dar acréscimos aos 45 minutos regulamentares.

Publicidade

Agora, o Internacional aguarda o sorteio para saber quem será seu próximo adversário na competição, podendo ser o São Paulo, o Fluminense, o Cruzeiro, o Sport Recife, o Joinville ou ainda os vencedores dos confrontos entre Corinthians x Luverdense-MT, Vitória x Vasco da Gama, Cuiabá-MT x Goiás e ASA de Arapiraca x Paraná.

Os cinco times que passarem pela quarta fase se juntam aos times já classificados às oitavas de final: os oito clubes representantes do país na Libertadores da América (Flamengo, Grêmio, Botafogo, São Paulo, Chapecoense, Atlético-PR, Atlético-MG e Santos), o Santa Cruz, campeão da Copa do Nordeste de 2016, o Paysandu, vencedor da Copa Verde de 2016 e o Atlético-GO, campeão da Série B de 2016. #Futebol #Copa do Brasil