Após a vitória por 2 a 0 sobre o Luverdense, na noite da última quinta-feira (9), em Cuiabá, pela #Copa do Brasil, a delegação do Corinthians desembarcou nesta sexta-feira (10), no aeroporto de Congonhas. Um grupo de torcedores esperava para recepcionar o elenco, porém um deles deixou o atacante Léo Jabá bastante irritado.

Enquanto a maioria dos fãs pedia autógrafos e fotos, principalmente para o atacante Jô, um homem de meia idade, ao ver Léo Jabá, não hesitou ao chamar o corintiano; porém, cometeu um pequeno equívoco. “Kazim, tira uma foto?”, pediu o torcedor. Nada satisfeito por ter sido confundido com seu companheiro de clube, o atacante lançou um olhar de desaprovação e ainda respondeu: “#Kazin é o c...”, antes de entrar no ônibus que aguardava a delegação.

Publicidade
Publicidade

Esse, no entanto, foi um único momento de decepção. Os outros jogadores atenderam pacientemente os torcedores e um dos mais assediados, curiosamente, já faz um bom tempo que não calça chuteiras. Agora atuando como gerente de futebol, Alessandro segue colhendo os frutos de quando era capitão do time, no período de grandes conquistas, entre 2008 e 2013.

Para o jogo de volta, contra o Luverdense, marcado para a próxima quinta-feira (16), na Arena Itaquera, o #Corinthians anunciou que 14 mil ingressos já foram vendidos. O clube busca bater o recorde de público no ano que, por enquanto, pertence ao jogo contra o Santos, quando 36.111 pagantes compareceram ao clássico.

Time misto

Com o desgaste da viagem e apenas dois dias para descansar, o técnico Fábio Carille sinalizou que irá entrar com um time alternativo na partida deste domingo (12), às 16 horas, contra a Ponte Preta, em Campinas, válida pela oitava rodada do Campeonato Paulista.

Publicidade

Com uma boa vantagem para o terceiro colocado de seu grupo – tem 18 pontos contra 9 do São Bernardo -, o treinador quer aproveitar a “gordura” na tabela para preservar o elenco da maratona de jogos que terá pela frente.

A equipe fará seu único treino antes de pegar a Macaca neste sábado (11) e uma baixa já é certa: o volante Gabriel, que recebeu o terceiro cartão amarelo contra o Santos e terá que cumprir suspensão.