Quem esperava um passeio da Mercedes no Grande Prêmio da Austrália, disputado na madrugada deste domingo (26), em Melbourne, viu o alemão Sebastian #Vettel, que optou por uma estratégia diferente e soube poupar melhor os pneus, levar sua #ferrari ao primeiro lugar da etapa de abertura do Mundial de Fórmula 1. O inglês Lewis Hamilton teve que se contentar com o segundo lugar enquanto que seu companheiro de Mercedes, o finlandês Valtteri Bottas completou o pódio. O brasileiro Felipe Massa conseguiu conduzir sua Williams a um bom sexto lugar.

Pole, Hamilton não teve muitos problemas na largada, mas durante as primeiras voltas foi seguido de perto pelo alemão da Ferrari, que havia largando em segundo.

Publicidade
Publicidade

A corrida foi praticamente definida ainda na primeira rodada de pits stops. O inglês entrou para trocar os calçados na 17ª volta e retornou à pista atrás de Max Verstappen, perdendo muito tempo atrás do piloto da Red Bull. Enquanto isso, Vettel – mesmo com pneus gastos – seguia fazendo bons tempos, o que lhe deu a segurança para fazer sua troca na volta 24 e retornar à frente do inglês.

Esse foi o melhor momento da corrida. Nem mesmo a entrada do safety car – comum na maioria das edições desta corrida – se fez presente para dar uma apimentada a mais e a prova tornou-se bem desinteressante. Além de não conseguir tirar a diferença para Vetell, Hamilton ainda teve que administrar a diferença para o companheiro Bottas, que chegou a se aproximar um pouco, mas em nenhum momento ameaçou o segundo lugar do tricampeão.

Publicidade

Já Felipe Massa fez uma corrida solitária na sexta posição. Sem ter equipamento para se aproximar da Red Bull de Verstappen e da Ferrari de Haikkonen, que vinham em quinto e quarto, respectivamente, o brasileiro também não foi incomodado pela Force India rosada de Sérgio Perez. O mexicano foi o sétimo colocado, a frente da dupla da Toro Rosso Carlos Sainz e Daniil Kvyat. O estreante Esteban Ocon, também da Force India, fechou a zona de pontuação em décimo lugar.

A decepção entre as equipes ficou mais uma vez com a McLaren. Apesar de ter andado boa parte da corrida na zona de pontos, o espanhol Fernando Alonso abandonou, assim como seu novo companheiro, o belga Stoffel Vandoorne.

A próxima etapa do mundial do #Fórmula 1 será no dia 9 de abril, com o Grande Prêmio da China.