A Fórmula 1 perdeu, nesta sexta-feira (10), um grande campeão. O motociclismo também. Único piloto a vencer um campeonato mundial tanto nas quatro rodas quanto nas duas, John Surtees, morreu, aos 83 anos de idade. Ele estava internado deste fevereiro, no Hospital St. Georges, em Londres, por conta de uma insuficiência respiratória. De acordo com um comunicado publicado na página da Fundação Henry Surtees, ele faleceu ao lado da esposa e filhas.

O piloto começou competindo nas motos, sendo campeão da categoria principal, as 500 cilindradas, em 1956. Entre 1958 e 1960, conquistou outros três títulos, mas correndo nas 350cc.

Publicidade
Publicidade

Ainda em 1960, migrou para a #Fórmula 1, guinado pela equipe Lotus no GP de Mônaco. Em 1963, se juntou à #ferrari, onde, na temporada seguinte, foi o grande vencedor, derrotando os bicampeões Graham Hill e Jim Clark. Participou também de algumas provas da tradicional 24 Horas de Le Mans.

Surtees correu na Fórmula 1 até 1972, sendo as três últimas temporadas pilotando por sua própria equipe. Após pendurar o capacete, seguiu dirigindo o time, que teve dentre outros pilotos o brasileiro José Carlos Pace, que conquistou um dos dois pódios da equipe, e Luiz Bueno.

Como piloto de Fórmula 1, Surtees esteve presente em 113 grandes prêmios, participando de 111. Ele conquistou 6 vitórias, sendo 2 em Nürburgring, 2 em Monza, 1 em Spa-Francorchamps e outra no México. Também marcou 8 poles e subiu ao pódio em 24 pódios oportunidades.

Publicidade

Sua última corrida foi o Grande Prêmio da Itália de 1972.

Perda do filho nas pistas

Não foi apenas de alegrias a vida de John Surtees dentro das pistas. Foi nela que o piloto britânico também sofreu sua maior perda. Em uma corrida válida pela F2, em 2009, seu filho, Henry Surtees, foi vítima de um terrível acidente no circuito de Brands Hatch, quando um pneu, que se soltou de outro carro, atingiu a cabeça do piloto, provocando sua morte. No dia anterior, ele havia conquistado seu primeiro pódio na categoria. Foi essa perda que motivou a criação da Fundação Henry Surtees. Nos últimos anos, Surtees defendeu que jovens pilotos britânicos com poucos recursos tivessem mais oportunidades. #Motogp