Com uma temporada completamente falhada, o futuro de Jorge Jesus está agora em risco. Tal como informa o site do jornal “O Jogo”, o Besiktas está procurando o substituto para o seu atual técnico, Senol Gunes, visto que o contrato termina já no próximo verão. A mesma publicação garante que o clube turco está disponível para oferecer o dinheiro que Jesus deseja, cerca de seis milhões de euros anuais (já debitados os impostos), uma proposta financeira que pode ser o incentivo que faltava para Jesus sair de Portugal.

Publicidade

Considerado por muitos um dos melhores técnicos portugueses da atualidade, Jesus não está conseguindo cumprir com a sua promessa de tornar o Sporting, seu clube de coração, um campeão português. Por isso mesmo e com o aumento considerável de críticos no time, o destino de Jesus pode já estar decidido, naquela que seria sua primeira aventura fora da Liga portuguesa..

Publicidade

Como garante o site do jornal esportivo “O Jogo”, os responsáveis do Besiktas estão muito entusiasmados com o valor que Jesus poderia dar ao time, não se sabendo ainda se o time estaria disposto a pagar uma indenização histórica para que Bruno de Carvalho, presidente do Sporting, aceitasse que seu técnico deixasse o clube dessa forma. De relembrar que já em 2015, ano em que Jesus foi para o Sporting, muitos rumores apontavam para a chegada de Jorge Jesus para a Turquia, algo que não aconteceu, pois o técnico teve a oportunidade única de liderar o seu time de infância.

Nas redes sociais, muitos portugueses, sobretudo sócios sportinguistas, garantem estar em choque e revoltados com essa reviravolta, garantindo que Jesus, caso aceite ir para a Turquia, apenas mostra que está atrás do dinheiro, desistindo do seu sonho de fazer o Sporting campeão depois de quase quinze anos sem conseguir ganhar.

Publicidade

Vale recordar que o presidente do Sporting, nos quatro anos que está no clube, já vendeu Leonardo Jardim, sendo conhecido por não manter os seus técnicos por um longo período de tempo. Será que Jesus vai mesmo ser atraído pelos muitos milhões turcos? #Negócios #Futebol Internacional