A virada do século - é assim que podemos descrever o jogo das oitavas de finais da Liga dos Campeões da Europa, em um jogo para a história, o Barcelona derrotou o PSG por 6 a 1, com o brasileiro Neymar como o grande destaque da partida com dois gols e uma assistência, além de ter sofrido um pênalti.

Depois de perder o primeiro jogo em Paris por 4 a 0, com uma atuação memorável do argentino Di Maria, o time da Catalunha precisava tirar a diferença em casa. Lembrando que o gol fora de casa é critério de desempate.

O jogo começou a mil por hora, o uruguaio Suarez marcou de cabeça logo aos 2 minutos, depois de um bate e rebate na área.

Publicidade
Publicidade

Com muita posse de bola o Barcelona não conseguia furar a retranca do PSG, e em um lance de puro oportunismo Iniesta conseguiu se infiltrar em os defensores e tocar na bola o suficiente para que o defensor parisiense jogasse a bola contra as próprias redes. Com 2 a 0 a favor no final do primeiro tempo, o time do trio MSN, precisava repetir o placar para levar o jogo para prorrogação, mal começou o segundo tempo e Neymar em lance polêmico sofreu falta dentro da grande área, o pênalti foi batido por Messi, que bateu forte e marcou o terceiro.

Banho de água fria

Com o placar adverso, o técnico do PSG teve que colocar sua maior estrela em campo, Di Maria. Não demorou muito para que o argentino colocasse fogo no jogo, e numa bola jogada na área Cavani aproveitou o rebote e chutou forte para acalmar os ânimos da torcida local.

Publicidade

Com o gol fora de casa o PSG precisava tomar mais três gols para ser eliminado, era nítida a decepção dos jogadores baugrinos dentro de campo.

Neymar em dia inspirado

Neymar procurava o jogo o tempo todo, mas era parado diversas vezes pela boa zaga do time adversário, e foi do brasileiro o quarto gol da equipe, em linda cobrança de falta, a torcida já estava feliz pelo resultado, o gol parecia mais um prêmio de consolação pelo que o brasileiro jogou, mas quando Suarez, em dividida com o zagueiro Marquinhos caiu, o juiz apitou mais um pênalti para o Barcelona, a torcida entrou em êxtase e desta vez foi Neymar que cobrou e colocou o tempero final do jogo, só faltava mais um gol e o jogo já estava nos acréscimos, parecia que não seria possível, mas aos 49 minutos em um cruzamento de Neymar, Sergi Roberto se antecipa ao goleiro e consegue fazer o sexto gol.

#Barcelona 6 a 1 #PSG e Barcelona #Neymar brilha