O ano de 2016 começou muito bom para o Palmeiras. Líder do seu grupo no Campeonato Paulista, o Verdão também tornou-se líder do seu grupo na Copa Libertadores. Na quarta-feira passada, após jogo eletrizante e dramático, o Verdão bateu os bolivianos do Jorge Willsterman por 1 a 0 e alcançou o primeiro lugar.

Alexandre Mattos, executivo de #Futebol, teve bastante trabalho. Negociou os contratos de Raphael Veiga, Hyoran, Alejandro Guerra, Miguel Borja e Felipe Melo. Ainda conseguiu renovar com jogadores como Dudu e Thiago Santos com a ajuda da Crefisa. O zagueiro Vitor Hugo, que tinha boa proposta do futebol exterior, também foi convencido para renovar com o Verdão.

Com elenco recheado de bons jogadores, o técnico Eduardo Baptista fatalmente teve que deixar alguns jogadores sem jogar. É o caso do atacante Rafael Marques. Contratado em 2015 após boa passagem pela China, o atleta chegou com status de titular e fez a diferença nos clássicos. Disputou 90 jogos e marcou 20 gols com a camisa palmeirense. No elenco atual, Marques é reserva de Alecsandro. Ou seja, para entrar no time titular terá que superar Alecsandro e Borja.

Entendendo a situação e a falta de oportunidade, o empresário do jogador já conversa com outras equipes. Por enquanto o Internacional está na frente e já declarou publicamente o interesse. O Botafogo-RJ, clube pelo qual o atacante teve excelente passagem, também é uma opção viável. No caso da equipe carioca o único obstáculo é dinheiro e os consecutivos atrasos salariais. Enquanto vestia a camisa do Alvinegro carioca, Marques teve seus vencimentos postergados e teve bastante insatisfação na época.

Clássico contra o Santos

Domingo é dia de clássico pelo Campeonato Paulista. Santos e #Palmeiras se enfrentam na Vila Belmiro após ambos vencerem seus compromissos pela Copa Libertadores. O jogo, que pode ser considerado o 'jogo da ressaca', tem ar de decisão. O time praiano está com dificuldades para se classificar para as quartas do Estadual. Uma vitória palmeirense, no entanto, praticamente confirma a passagem de fase e dará mais tranquilidade ainda para Eduardo Baptista trabalhar. #Mercado da bola