O lendário receptor Ivan “Pudger” Rodriguez foi eleito para entrar para o disputadíssimo #HOF - Hall of Hame da Major League Baseball - em seu primeiro ano elegível. Na disputa pela vaga, Pudge tinha ninguém menos que Barry Bonds e Roger Clemens como concorrentes, porém, seus rivais tiveram a carreira manchada por uso de #PED´s (Performance-enhacing drugs), ou mais conhecida no Brasil como esteroides anabolizantes, fazendo com que mesmo indicados sejam inelegíveis a vaga.

Para Pudge, o HOF tem que seguir em frente e deixar essa mancha de lado, o que importa para ganhar a vaga é a carreira como um todo e não apenas um período dela.

Publicidade
Publicidade

“Eles tiveram carreiras brilhantes, por que não?” – declarou Rodriguez para o repórter Evan Grant do The Dallas Morning News- “Já é hora de pensar sobre o jogo de #Baseball, existem outros que podem entrar para o Hall da fama [...] Eu acredito que isso são coisas que o beisebol precisa colocar de lado”.

Pudge não é nenhum novato quando o assunto é acusações de uso de PED´s, em 2005, o ex-jogador Jose Canseco escreveu um livro chamado “Juiced: Wild Times, Rampant Roids, Smash Hits & How baseball Got Big”, onde ele conta que injetou esteroides anabolizantes em Pudge e outros companheiros de time do Texas Rangers.

Publicidade

Rodriguez foi eleito com 76% dos votos para entrar para o HOF, nega constantemente as acusações de Canseco, porém, nada foi provado quanto ao uso, ou não, de PED´s pela lenda do beisebol.

Baseball x PEDs

O período que ficou conhecido como "Era dos Esteroides" foi uma mancha na história centenária da MLB, dezenas de jogadores foram acusados de usar drogas que aumentavam o seu desempenho desportivo.

Mesmo banindo o uso de PED´s em 1991 a MLB não implantou um teste oficial de doping até 2003. A falta desses testes foi significativa para o aumento de jogadores usando substâncias proibidas e pela baixa quantidade de atletas sendo penalizado pelo seu uso.

Os problemas ficaram evidentes durante a década de 1990, quando a MLB experimentou um aumento na produtividade ofensiva de vários jogadores, o que resultou na quebra de recordes inclusive ao recorde de Home Run de Baby Ruth. O caso ficou tão sério que foi feita uma investigação federal sobre o Bay Area laboratory Co-Operative suspeito de fornecer suplementos para diversos atletas da Major League.

Mark McGwire, Sammy Sosa e Barry Bonds estão entre os nomes de jogadores envolvidos, e confirmado, que fizeram uso de PED´s para melhorarem seu desempenho.