O #Santos quer o retorno de Marquinhos Gabriel. O time treinado por Dorival Júnior enxerga a possibilidade de conseguir o atleta de volta, já que o jogador não vem sendo usado por Fábio Carille no #Corinthians. Para negociar com o rival, o Peixe pretende fazer uma troca. O jogador é um pedido do técnico Dorival Júnior.

A ideia da direção santista é trocar o meia Jean Mota por Marquinhos Gabriel. O nome do jogador está sendo analisado pelo Corinthians., Mota é polivante,podendo atuar como lateral-esquerdo. Inicialmente, o Santos queria dar Vecchio e Jean Mota para o Timão, mas a direção corintiana logo descartou o nome do meia argentino.

Publicidade
Publicidade

É possível que o Corinthians peça ainda uma compensação financeira, além de Jean Mota, para o Santos poder contar com o meia-atacante.

Marquinhos Gabriel passou pelo Santos em 2014, quando conseguiu ter grande temporada, chamando atenção pela velocidade e pelos dribles. No total, fez 44 jogos e marcou 9 gols. Como pertencia ao Al Nassr, da Arabia Saudita, e o Santos não conseguiu comprar o jogador, o meia-atacante foi comprado pelo Corinthians. Em 2016, não conseguiu encantar no Timão, mesmo que com 43 jogos e 10 gols.

Santos renova patrocínio

A semana começa movimentada para o Peixe. Além da especulação de Marquinhos Gabriel, a segunda-feira, 20, santista teve ainda renovação com a patrocinadora master. O primeiro contrato entre Santos e Caixa foi de apenas três meses e o clube faturou R$ 2 milhões.

Publicidade

Como o banco estatal gostou da parceria, o patrocínio foi renovado até dezembro de 2017. No total, o Santos irá faturar R$ 16 milhões com o novo acordo. A informação está confirmada pelo presidente santista, Modesto Roma.

O Santos será o terceiro time melhor pago pela Caixa. O clube santista fica atrás apenas de Corinthians, que recebe R$ 30 milhões, e Flamengo, que recebe R$ 25 milhões.

Desde 2013, quando o Santos encerrou a sua parceria com o BMG, o clube não tinha o patrocinador master definitivo. Em 2014, chegou a fazer um rápido contrato com a Huawei, que não quis renovar o contrato. #Mercado da bola