Neste domingo (12), o Spartans Football teve um treino diferenciado no American Football Center. A equipe de futebol americano de Santo Amaro recebeu o São Paulo #Storm para um “amistoso situacional” visando a evolução técnica das equipes paulistanas. O encontro garantiu que os times visualizassem o desenvolvimento de jogadas e comportamento de seus atletas em situações pré-estabelecidas de jogo.

“Esse jogo-treino foi muito importante, porque muitos dos nossos atletas, que têm menos de dois meses de contato com a modalidade, puderam vivenciar o esporte em um tipo de situação que diminui muito o risco para o jogador. Foram jogadas controladas, pré-definidas, mas que já deram a noção de jogo, principalmente, para essa galera nova, e mostrou também aos atletas mais antigos onde é preciso melhorar”, afirma Fernando Ferreira, diretor esportivo do #spartans Football.

Publicidade
Publicidade

Pra Helton Generoso, presidente do São Paulo Storm, o jogo-treino coloca em prática as situações de jogo que normalmente não são possíveis de serem treinadas convencionalmente. “Foi um amistoso diferenciado, em que cada equipe teve determinadas posses de bola, determinado lugar do campo e tempo para iniciar uma jogada. Não é um amistoso que visa vencedor. O intuito, aqui, é realmente a evolução das equipes. Quem trouxe esse conceito, que também ainda era desconhecido pra gente, foi o coach Lucas Cisneiros. Conversando com o pessoal do Spartans, eles prontamente aceitaram a ideia. Hoje, nós filmamos o treino para fazer uma autoanálise, então essa é também uma forma de observar nossos pontos fortes e fracos para se preparar para os próximos desafios que vêm por aí”, conta.

Ainda segundo Generoso, os Spartanos conquistaram uma excelente estrutura para a evolução da modalidade, em Santo Amaro.

Publicidade

“Você poder treinar em um local com as demarcações oficiais, com field goal, com toda essa estrutura, é algo que, por exemplo, a gente ainda não tem e é muito difícil encontrar. Conseguir treinar sempre nessas condições é sensacional, porque só encontramos isso, normalmente, em jogos. Essa estrutura consegue facilitar a criação de situações, como as de hoje, que possibilitam que as duas equipes evoluam”, ressalta Generoso. #Futebol Americano