Quase dois após a cirurgia Tommy John o Texas Rangers terá o arremessador #Yu Darvish completamente saudável, sem dores e pronto para mostrar serviço em seu último ano de contrato com o clube. Natural de Osaka no Japão, o arremessador está com os Rangers desde 2014.

Darvish passou por momentos delicados nos últimos anos e agora se vê diferente no montinho após a cirurgia de reparo do seu cotovelo, não sente mais nenhum desconforto nas pausas e acredita que isso trará algo positivo para essa temporada.

Antes da contusão Darvish era um dos arremessadores mais dominantes da American League e estava entre os melhores de toda a Major League #Baseball.

Publicidade
Publicidade

De 2012 a 2014, o japonês foi o primeiro na média de jogadores eliminados por strikeouts por 9 entradas arremessadas 11.2 rebatedores.

Preocupado em chegar na temporada regular saudável Darvish tem sido cauteloso durante o Spring Training, retirou algumas bolas de efeito do seu reportório e a medida que vai se sentindo mais confiante com o seu ombro está testando os arremessos para ver se pode ou não prejudicar seu braço.

Problemas de lesão

O japonês vem sofrendo nos últimos anos com lesões, ficou afastado da temporada 2015 após fazer o procedimento cirúrgico #Tommy John.

Darvish só voltou ao montinho em maio de 2016, arremessou três partidas e sentiu desconfortos no braço e fortes dores em seu ombro e foi colocado na Disable List (Lista de jogadores afastados por lesões), voltando ao elenco algumas semanas depois.

Publicidade

No total abriu 17 jogos na temporada, venceu 7 e perdeu 5, cedeu 81 rebatidas válidas, sendo que 12 foram home runs.

Além disso, o arremessador pediu liberação da seleção japonesa que está disputando o World Baseball Classic por acreditar ser muito arriscado para a saúde de seu braço arremessar no torneio intercontinental.

Confiança da diretoria

Ray Davis, dono dos Rangers, tem plena convicção de que a temporada 2017 será especial para Darvish.

“Eu espero que ele ganhe o Cy Young desta temporada”- declarou Davis para o repórter T.R. Sullivan da MLB.com

Na temporada 2013, Darvish ficou em segundo lugar na disputa do prêmio pela American League, porém não recebeu mais nenhum voto para concorrer a premiação desde então.