O futebol europeu mal tinha se recuperado do susto da última terça-feira (11), quando bombas explodiram próximas ao ônibus que levava a delegação do Borussia Dortmund para o jogo contra o Mônaco pela #Liga dos Campeões da Europa, e um novo fato lamentável voltou a acontecer nesta quinta-feira (13), na França. Momentos antes da partida entre Lyon e Besiktas, pelas quartas de finais da Liga Europa, torcedores das duas equipes entraram em confronto e o gramado do estádio Parc Olympique Lyonnais foi invadido, atrasando o início da partida.

As primeiras informações dão conta de que torcedores do time turco começaram a arremessar objetos e fogos de artifício contra os franceses que, em busca de proteção, pularam para o campo.

Publicidade
Publicidade

No momento do incidente os jogadores dos dois times ainda se encontravam nos vestiários. O presidente do Lyon, Jean-Michel Aulas, que estava no estádio, interviu pessoalmente para tentar acalmar os ânimos.

Vídeos já publicados na internet também mostram torcedores partindo para o confronto nas arquibancadas. Também há relatos de brigas fora do estádio entre os torceres turcos e a polícia francesa, inclusive com prisões.

A partida teve 45 minutos de atraso. Antes da bola rolar, os jogadores das equipes se abraçaram na tentativa de selar a paz dentro do estádio. O jogo de volta entre Lyon e Besiktas está marcado para a próxima quinta-feira (20), na Turquia.

Após o incidente em Dortmund, que causou o adiamento da partida do Borussia contra o Mônaco para o dia seguinte, a #UEFA afirmou que a segurança nos jogos seria reforçada com o objetivo de evitar novos problemas.

Publicidade

O tumulto acontece na semana em que se é lembrado os 28 anos da Tragédia de Hillsborough. Em 15 de abril de 1989, após um tumulto na semifinal da Copa da Inglaterra, 96 torcedores do Liverpool morreram pisoteados e quase 800 ficaram feridos. O fato provocou profundas mudanças no futebol daquele país.

Outros jogos

A Liga Europa teve ainda nesta quinta-feira outros três jogos válidos pelas quartas de final. O Anderlecht recebeu o Manchester United. Longe das quatro primeiras posições na Premier League, o time de José Mourinho vê na competição europeia a chance de não ficar pelo segundo ano consecutivo fora da Liga dos Campeões. Na Espanha o Celta de Vigo recebeu o Genk, da Bélgica, enquanto que na Holanda o tradicional Ajax encarou os alemães do Schalke 04. #Futebol Internacional