Vitimado por um câncer nos ossos, contra o qual lutava há nove anos, morreu nesta quarta-feira (26), em #Itu, no interior de São Paulo, o ex-zagueiro do #Corinthians, Zé Eduardo, que participou do histórico título do Campeonato Paulista de 1977, contra a #Ponte Preta. José Eduardo de Toledo Pereira tinha 63 anos e deixou esposa e três filhos.

Zé Eduardo defendeu o alvinegro entre 1975 e 1980, fazendo um total de 179 partidas. No histórico Campeonato Paulista de 1977, onde o Corinthians encerrou uma espera de 23 anos sem título, ele foi o titular durante quase toda a competição, mas, por capricho do destino, ficou fora da terceira partida decisiva por conta de ter recebido o terceiro cartão amarelo no jogo anterior.

Publicidade
Publicidade

Em seu lugar entrou Ademir. Em 79 voltaria a erguer uma taça de campeão estadual, novamente contra o time de Campinas.

O jogador começou a jogar na base do Ituano e posteriormente levado para fazer testes nas categorias de base do Corinthians, porém como já estava perto da idade limite para o juvenil, foi colocado no time principal, fazendo sua estreia contra o Fluminense, no estádio do Maracanã.

Aliás, o Maracanã e o Fluminense foram personagens de outro momento marcante que o jogador participou, em 1976, quando houve a famosa invasão corintiana, durante a semifinal do Campeonato Brasileiro, vencia pelo Timão nos pênaltis e presenciada por mais de 70 mil torcedores alvinegros.

O zagueiro também defendeu as camisas do Botafogo, Inter de Limeira e Náutico. Depois de encerrar a carreira em 1987, Zé Eduardo chegou a trabalhar como técnico, dirigindo o Mirassol na Série A-3 do Campeonato Paulista, e também com escolinhas de futebol.

Publicidade

Por conta da doença ele precisou se afastar dos trabalhos.

Há dez dias ele se encontrava internado e estava em coma induzido após seu quadro de pneumonia se agravar. Companheiro na ocasião do título de 77, o ex-jogador Wladimir disse que havia passado o dia com ele e o fato dele não abrir os olhos preocupava a todos. Autor do histórico gol de 77, Basílio disse ao portal Gazeta Esportiva que está vendo o que o Corinthians pode fazer para ajudar a família do ex-companheiro.

Em nota oficial publicada em seu site, o Corinthians lamentou a morte de seu ex-jogador e prestou condolências aos familiares. “Um de nossos heróis na conquista do Paulistão de 77 nos deixou hoje”, dizia a nota. “Zé Eduardo, eternamente em nossos corações!”, encerrou o texto.