A Federação Paulista de Futebol (FPF) divulgou nesta terça-feira as datas e locais das semifinais do #Paulistão entre Palmeiras e Ponte Preta e Corinthians e São Paulo. A decisão foi anunciada após reunião do Conselho Técnico com as diretorias dos quatro clubes semifinalistas na sede da FPF, no bairro da Barra Funda, na cidade de #São Paulo.

Os confrontos foram definidos após o jogo de ontem entre Santos e Ponte Preta no Pacaembu. O Santos venceu por 1x0 no tempo normal e como no primeiro jogo a Ponte Preta venceu pelo mesmo placar, a decisão foi para os pênaltis e a Ponte levou a melhor. O goleiro Aranha da Ponte Preta defendeu a cobrança do zagueiro David Braz e a Macaca venceu por 5x4.

Publicidade
Publicidade

Essa é a primeira vez em 9 anos que o Santos não jogará uma final de Campeonato Paulista.

Pelo regulamento do Paulistão, o time com melhor campanha durante a competição (Palmeiras) enfrenta o quarto melhor colocado (Ponte Preta), enquanto o segundo (Corinthians) enfrenta o terceiro (São Paulo).

Os dois times de melhor campanha (Palmeiras e Corinthians) têm a vantagem de jogar o jogo da volta em casa.

Veja as datas e horários das semifinais do Paulistão:

Jogos de ida:

Domingo (16/4), às 16h - Ponte Preta x Palmeiras (Moisés Lucarelli)

Domingo (16/4), às 19h - São Paulo x Corinthians (Morumbi)

Jogos de volta:

Sábado (22/4), às 19h - Palmeiras x Ponte Preta (Allianz Parque)

Domingo (23/4), às 16h - Corinthians x São Paulo (Arena Corinthians)

Torcida única

Apenas os jogos entre São Paulo e Corinthians terão torcida única nos estádios, já os jogos entre Palmeiras e Ponte Preta terão torcida mista.

Publicidade

A polícia militar fará a escolta da torcida palmeirense até o estádio Moisés Lucarelli em Campinas no primeiro jogo e no segundo escoltará a torcida da Ponte até o Allianz Parque na capital paulista. A medida é para evitar confrontos entre as duas torcidas.

A polícia militar chegou a solicitar à Federação Paulista de Futebol (FPF) para que os jogos entre Palmeiras e Ponte Preta também fossem com torcida única, mas teve sua solicitação negada. A torcida única nos estádios da capital paulista foi uma medida adotada em #2016 após a morte de um torcedor na zona leste de São Paulo, durante um briga entre as torcidas de Palmeiras e Corinthians.

Na época cerca de 60 torcedores envolvidos na briga foram detidos. Outra medida tomada foi a proibição de torcedores com camisas, faixas e qualquer objeto com o nome das torcidas organizadas.