Finalistas do Campeonato Paranaense, Atlético e #Coritiba voltaram a peitar a TV aberta. Assim como foi feito na primeira fase da competição, os rivais anunciaram que os jogos que decidirão o título também terão transmissão, ao vivo, via YouTube e descartam qualquer possibilidade de negociação com a Rede Globo. Existia até uma ala do Coxa que defendia o diálogo com a TV, não entanto, ela perdeu força.

O modelo de transmissão ainda não foi definido pelos times. Na primeira, de fato, feita em uma noite de quarta-feira, o jogo alcançou pelas redes sociais dos clubes em torno de 170 mil torcedores. Isso é o equivalente a 16 pontos de audiência, baseada na medição feita em Curitiba.

Publicidade
Publicidade

Caso fechassem com a TV, outros times do campeonato seriam beneficiados, pois entrariam no rateio. O Paraná receberia R$ 1 milhão e os outros nove times 500 mil reais cada. As finais estão marcadas para os dias 30 de abril, na Arena da Baixada, e 7 de maio, no Couto Pereira.

Polêmica

A união da dupla paranaense e o pioneirismo nas transmissões de partidas de futebol entre clubes da Série A no Brasil começou após as duas equipes considerarem absurda a proposta de 1 milhão de reais feita pela TV Globo.

Com a recusa dos valores, muito abaixo do pago para equipes de outros estados que nem estão em divisões do Campeonato Brasileiro, a diretoria das duas equipes anunciaram que o jogo válido pela primeira fase, inicialmente marcado para o dia 19 de fevereiro, seria transmitido via #youtube e também pelas redes sociais dos times, o que gerou grande expectativa e curiosidade, inclusive de torcedores de outros times.

Publicidade

Uma equipe de transmissão foi especialmente contratada para o jogo e patrocínios pontuais foram fechados. Corria tudo como o planejado, até que instantes antes de a bola rolar, o árbitro disse aos capitães das equipes que não poderia autorizar o início do jogo enquanto a transmissão estivesse sendo feita, alegando que os profissionais envolvidos não estavam credenciados na Federação.

O fato revoltou os presidentes dos clubes, que decidiram retirar as equipes de campo e suspender o jogo. Nas redes sociais os torcedores acusaram a emissora carioca de ter agido nos bastidores para impedir a transmissão via internet.

O jogo acabou remarcado para o dia 1º de março, com profissionais do Esporte Interativo cuidando da transmissão. O confronto, disputado na Arena da Baixada, terminou com vitória do Furacão por 2 a 0. #atlético-pr