Brigando para não serem rebaixados para a terceira divisão do Campeonato Paulista, #Mogi Mirim e Votuporanguense se envolveram em uma polêmica fora das quatro linhas. O time de Mogi acusa o rival de tentativa de suborno, onde um funcionário do CAV teria oferecido dinheiro para um jogador do Sapão na véspera da partida entre eles, válida pela 15ª rodada da Série A-2, disputada no último sábado, na Arena Plínio Marin. A diretoria do clube de Votuporanga disse que o fato não passou de uma brincadeira e que, inclusive, já demitiu a pessoa envolvida.

Tudo começou quando um funcionário do Votuporanguense enviou uma mensagem ao agora zagueiro do Mogi Mirim Marcelinho, que havia atuado por lá no ano passado, oferecendo dinheiro.

Publicidade
Publicidade

“Irmão vou ser direto. Tá a fim de ganhar uma grana. Se não blz (sic). Nem ofereço. Precisamos ganhar amanhã”, diz o texto enviado por WhatsApp.

Meia hora depois da “oferta” outra mensagem foi enviada ao jogador do Mogi, desta vez com pedido de desculpas, alertando que tudo não passou de uma brincadeira. “Marcelo... Meu irmão é maluco... Sem noção. Te peço mil perdões...Pegou meu celular. Te peço desculpas... Bom jogo amanhã”, escreveu.

O Mogi Mirim não entendeu dessa forma e, seguindo orientação da Federação Paulista, protocolou a denúncia contra a equipe adversária na Drade de São Paulo, a Delegacia de Repressão aos Delitos de Intolerância Esportiva, e no Tribunal de Justiça Desportiva (#TJD).

O presidente Votuporanguense, Marcelo Stringari, reforçou que tudo não passou de uma brincadeira do funcionário, que já foi desligado, dizendo ainda que é totalmente contra esse tipo de prática.

Publicidade

Ele também afirmou não ter recebido nenhum tipo de denuncia, mas que a defesa já está pronta.

O clube também emitiu uma nota oficial, onde reforça que repudia qualquer manipulação e comunica que já está apurando internamente através de auditoria administrativa a veracidade ou não das alegações que foram imputadas a um de seus colaboradores. A nota é encerrada com o clube se colocando como principal interessado na apuração e descobrimento de toda a verdade sobre o caso.

Em campo, o Votuporanguense venceu por 2 a 0 e deu uma respirada na luta para fugir da queda, estando em 12º lugar com 18 pontos, 2 a mais que o Barretos, time que abre o Z-6. Já o Mogi Mirim caiu para o 17º lugar com 14 pontos. #Paulistão