O Palmeiras tem o melhor elenco do Brasil disparadamente. Além de ter o melhor elenco, também tem o mais caro. Só Miguel Borja, por exemplo, custou mais de R$ 35 milhões. Atual Campeão Brasileiro, o Verdão manteve os craques eneacampeões (exceto o atacante Gabriel Jesus, que foi negociado com o Manchester City por R$ 70 milhões) e ainda finalizou as contratações de Alejandro Guerra, Raphael Veiga, Hyoran, Felipe Melo, Keno e o já citado Borja. Luan, do Vasco, chegou recentemente após sondagens da Europa por Vitor Hugo.

O clube passará por uma semana de dilemas. Após perder por 3 a 0 para a Ponte Preta, o Alviverde terá prova de fogo no próximo sábado: reverter o placar.

Publicidade
Publicidade

Se fizer os mesmos três gols que levou domingo, levará a decisão para os pênaltis. Se fizer mais, se classifica. Mas se não conseguir alcançar a meta, estará eliminado nas semifinais e verá a Ponte Preta fazer a final provavelmente com o Corinthians (que derrotou o São Paulo por 2 a 0 no Morumbi). Na temporada, o time de Eduardo Baptista já fez três vezes o placar que precisa para levar para os pênaltis. É possível repetir?

Interesse turco

Um dos destaques do #Palmeiras, o atacante Dudu entrou novamente na mira do Besiktas, da Turquia. Segundo o site esportivo Fox Sports, o jornal Milliyet confirmou que o time turco tem Dudu como segundo plano. O presidente Fikret Orman vai tentar negociar primeiro com Juan Mata, do Manchester United. O negócio, porém, tem um valor altíssimo e existem poucas chances de reduzir.

Publicidade

Mata é importante para o time inglês e não deseja deixar o país.

Em 2015, Dudu marcou 30 gols em 112 partidas completas. Em 2017, participou de 16 jogos e marcou cinco gols. É o principal destaque Alviverde na Copa Libertadores e é o capitão da equipe. Já foi convocado para a seleção brasileira de Tite e ganhou projeção.

Alexandre Mattos, executivo de #Futebol, já disse algumas vezes que nenhum jogador é inegociável. Porém para concluir a compra será preciso pagar o valor estipulado. Dudu teve a compra total do seu passe realizada no começo do ano quando a Crefisa quitou o valor. O jogador então foi repassado para o Palmeiras em sua totalidade. A empresa não ganhará nenhum tipo de lucro em uma eventual venda.

Visando conquistar o bicampeonato da Libertadores, o Palmeiras não vai facilitar a saída do jogador. Por enquanto nenhuma proposta oficial chegou na mesa do presidente Maurício Galiotte, que também é contra saídas até dezembro. #Mercado