O #Palmeiras perdeu ontem para o São Paulo no Morumbi por 2 a 0 pela terceira rodada do #Campeonato Brasileiro. Foi a segunda derrota seguida na competição, já que o Alviverde caiu para a Chapecoense por 1 a 0. No meio de semana, pela Copa Libertadores da América, o Palmeiras venceu o Atlético Tucumán por 3 a 1 e garantiu a classificação para as oitavas.

O clássico no Morumbi apontou diversas dificuldades no Verdão. Cuca tentou fazer algumas mudanças. Promoveu a estreia de Mayke, trocou Yerry Mina de posição, assim como fez com Jean. O zagueiro colombiano avançava bastante enquanto Felipe Melo fazia papel de zagueiro. No ataque, Willian começou e não assustou em nenhum momento o goleiro Renan Ribeiro.

Publicidade
Publicidade

Os dois gols do São Paulo foram falhas do goleiro Fernando Prass, que admitiu publicamente. Segundo o jogador, ambas bolas eram defensáveis. E Prass falhou em um momento onde não poderia, já que discute renovação contratual com o clube paulista. Os empresários do jogador ainda não sabem se o vínculo será renovado, e nem o Palmeiras ainda o procurou.

Nas redes sociais diversos palmeirenses pediram o retorno de Jaílson para a meta. Em 2016, quando Prass teve que passar por cirurgia, o goleiro cumpriu muito bem seu papel e fez jogos muito bons, evitando a queda de desempenho.

Novo reforço

Logo após a derrota no Morumbi, Cuca concedeu entrevista coletiva. O treinador disse que não é porque o Palmeiras investiu milhões que terá que vencer todos os jogos. Cuca também fez questão de ressaltar que o Alviverde disputa três campeonatos simultâneos e que o desgaste também é natural.

Publicidade

O treinador garantiu também que o Palmeiras está atrás de novos reforços para algumas posições. De acordo com Cuca, os possíveis novos reforços estarão 'dentro do orçamento'.

O que Cuca quis dizer é que o clube paulista vendeu alguns jogadores e se desfez de outros. Além de gerar receita, ainda conseguiu aliviar a folha salarial. Lucas Barrios, por exemplo, consumia quase R$ 1 milhão por mês (a integridade do valor era bancado pela Crefisa, patrocinadora oficial).

Alexandre Mattos, executivo de futebol, está conversando com alguns nomes. Jonathan Calleri, que estava no West Ham, foi sondado. O problema é que os empresários do argentino querem que ele vá para o futebol espanhol e tentam cavar uma vaga por lá. No Brasil, Calleri já deu algumas entrevistas garantindo que só retornaria para o São Paulo. #Mercado