O Palmeiras conseguiu a sua tão sonhada classificação para as oitavas de final da Copa Libertadores 2017. Não foi fácil, assim como já era esperado. O time do Atlético Tucumán ainda tinha chance de se classificar, mas acabou sendo eliminado da competição. No grupo do #Palmeiras, os bolivianos do Jorge Willsterman conseguiram a passagem mesmo perdendo para o já eliminado Peñarol.

Após a partida, alguns atletas concederam entrevistas. O técnico Cuca deu coletiva e teve que explicar a saída nervosa do atacante Miguel Borja, que foi substituído por Willian, que, inclusive, marcou um dos gols da vitória alviverde. Existe uma boa possibilidade de Borja iniciar o clássico contra o São Paulo, no sábado, no banco.

Publicidade
Publicidade

Renovação

Fernando Prass também conversou com a imprensa após a partida. Ele garantiu que até agora nenhum representante do clube o procurou para discutir a renovação contratual. O atual documento que vincula Prass ao Palmeiras findará em dezembro e, a partir de julho, o jogador já pode assinar um pré contrato com qualquer outra equipe.

O goleiro garantiu que deseja renovar com o Palmeiras e continuar no clube alviverde. Contratado em 2013 para jogar o Campeonato Brasileiro da Série B, Prass conseguiu o acesso e desde então não deixou mais a titularidade. O goleiro foi convocado para defender o Brasil nas Olimpíadas, mas sentiu fortes dores no cotovelo e acabou fazendo uma nova cirurgia. Afastado, viu o reserva Jaílson jogar bem e praticamente garantir a vaga e o título do Brasileiro 2016.

Publicidade

Tanto o Palmeiras quanto empresários de Prass estão tranquilos quanto a conversas para renovação. Nos bastidores o assunto é tratado com bastante naturalidade e deve acontecer uma conversa até o final de junho. A diretoria alviverde já renovou o contrato de Edu Dracena por mais duas temporadas. O zagueiro foi uma das prioridades e as conversas evoluíram. É bem possível que seja o último documento assinado pelo jogador antes de se aposentar.

Quebrar o tabu

O Palmeiras encara o São Paulo no Morumbi e precisa quebrar um longo tabu de vencer o tricolor em sua casa. Para isso o técnico Cuca deve correr para recuperar seus jogadores do exaustivo jogo de ontem e escalar o que tem de melhor. A única mudança poderá ser a entrada de Willian no lugar de Borja. Decisivo, o ex-cruzeirense entrou e mais uma vez fez a diferença em campo.

O Verdão tem uma vitória e uma derrota no Nacional. Goleou o Vasco por 4 a 0 e perdeu para a Chapecoense por 1 a 0, em Chapecó. #Mercado #Futebol