O #Botafogo acertou com um vascaíno fanático como grande reforço para o seu vôlei. E não é qualquer torcedor, o levantador Marcelinho acompanha Cruz-maltino nos jogos, e tem voz ativa dentro do clube, além de ser um amigo do presidente Eurico Miranda. O ex-jogador da Seleção Brasileira assinou com o Alvinegro nesta semana, e será o grande líder do time para a Taça Ouro, torneio que dará vaga para a Superliga, a elite do esporte.

O maior motivo para topar o desafio foi um convite do seu primeiro técnico no vôlei, Mauro Lima, mais conhecido como ''Franguinho''. Ele foi o comandante do atleta no Fluminense, quando tinha apenas 11 anos de idade.

Publicidade
Publicidade

Como já o conhecia desde a infância, não tinha como recusar o pedido.

A rivalidade existente com o seu clube de coração não pesou em qualquer decisão. Quando o técnico mostrou o projeto, ele nem hesitou, só restava concordar. Ele ainda revelou que foi dar uma satisfação para o cartola do #Vasco, o qual mantém contato sempre.

Mas o levantador garantiu que Eurico não questionou em nenhum momento seu acordo com o Glorioso. ''Não temos vôlei, como posso dizer para você não ir?'', teria dito o mandatário. Vale lembrar que o presidente do Gigante da Colina e Carlos Eduardo Pereira, presidente do Botafogo, têm uma relação de muita cordialidade.

Trajetória

Marcelinho começou sua trajetória profissional no Suzano, no qual, ao lado de outro craque do esporte, o também levantador Maurício, conquistou diversos títulos regionais, nacionais e internacionais.

Publicidade

Ficou na equipe por seis anos, e teve sua primeira conquista de Superliga na temporada 1996/97, na qual foi eleito o melhor jogador de sua posição. Além de ter sido fundamental na virada contra o Palmeiras, na final.

Depois passou por vários times, sempre com destaque, como o Olympikus, o Palermo, na Itália, e vários outros. Pela Seleção Brasileira, seus maiores momentos, foram o ouro na Copa do Mundo de 2007, ouro no Pan-Americano de 2007 e prata no Pan de 1999. Sua última passagem vestindo a amarelinha ganhou a prata na Olimpíada de 2008.

Final de carreira

Muitos pensavam que, aos 42 anos, Marcelinho teria se aposentado do vôlei. Foi algo que nunca passou pela cabeça do atleta. Recebeu diversas propostas da Europa, que não o agradaram.

Fora isso, ele tinha um desejo de atuar no Brasil para ficar mais perto da família. Seu último clube foi o Lugano, da Suíça, equipe pela qual ficou até abril da temporada passada.

Durante o período que ficou sem atuar, Marcelinho aceitou o desafio de participar do quadro ''Dança dos Famosos'' do “Domingão do Faustão”, na Rede Globo, mas acabou não conseguindo êxito. O campeão de sua temporada foi a ator Felipe Simas. #Mercado da bola