Disposto a não perder dinheiro com uma mais que provável saída do atacante Sassá, a diretoria do Botafogo corre contra o tempo e conversa com times interessados na aquisição do polêmico jogador, afastado do grupo por problemas disciplinares. Seu vínculo encerra-se em dezembro e dessa forma, já no dia 1º de julho ele estaria liberado para assinar um pré-contrato com outro time, deixando o alvinegro de mãos vazias.

Após ser vetado pelo técnico Cuca no Palmeiras, o destino do jogador poderá ser o Vitória, que inclusive tem mantido contato com o clube carioca para monitorar a situação do atleta. Os times estudam duas formas de negociação.

Publicidade
Publicidade

A primeira seria o pagamento integral dos direitos federativos do jogador, avaliado em 5 milhões de reais. A outra envolveria a vinda do atacante Kieza, que não vem sendo aproveitado no Rubro-Negro, mais isso também dependeria da vontade do próprio jogador.

Outro time que também chegou a demonstrar interesse por Sassá foi o Cruzeiro, que envolveria o atacante Neílton, recentemente dispensado pelo São Paulo, na negociação, mas as conversas não foram adiante.

Dentro do clube, a conversa é que o elenco estaria tentando convencer o jogador a procurar a diretoria do #Botafogo e tratar da renovação do contrato, fazendo com que ele fosse perdoado dos atos de indisciplina e voltasse ao time para o restante da temporada.

Próximo desafio

Já classificado para as oitavas de final da Copa Libertadores, o Botafogo terá mais um compromisso pela competição continental nesta quinta-feira (25), quando encara o Estudiantes, na Argentina.

Publicidade

Visando preservar o elenco para a pesada maratona que terá pela frente, o técnico Jair Ventura irá poupar o meia Camilo, que está com um incomodo no músculo adutor. Outro desfalque certo, mas por conta do terceiro cartão amarelo, é do atacante Rodrigo Pimpão. Fora essas duas ausências, o time deverá ter força máxima para buscar o primeiro lugar do grupo.

O Botafogo soma os mesmos 10 pontos que o Barcelona do Equador, mas fica atrás nos critérios de desempate. Com isso, a equipe botafoguense precisará torcer por um pequeno tropeço os equatorianos na partida diante do Atlético Nacional, na Colômbia.

Denunciado

O volante Bruno Silva foi denunciado nesta segunda-feira (22), pela Procuradoria da Justiça Desportiva por chutar uma bola em direção ao árbitro Bráulio da Silva Machado, na derrota da equipe para o Grêmio, pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro. O jogador foi enquadrado no artigo 258, §2º, II do Código Brasileiro de Justiça Desportiva. O julgamento está marcado para a próxima sexta-feira (26) e o botafoguense poderá ser suspenso por até seis jogos. #Sassa #Brasileirão