O polêmico presidente do Sporting Clube de #portugal, Bruno de Carvalho, surpreendeu os torcedores do clube português ao anunciar, nessa terça-feira (16), que vai deixar a rede social Facebook. Esse é um anúncio importante, uma vez que foi através daquela rede social que o presidente se comunicou com os torcedores e provocou os adversários ao longo dos últimos anos. Bruno fez o anúncio através de uma longa publicação.

Bruno de Carvalho começa o seu comunicado dizendo aos torcedores e sócios do Sporting de Lisboa que as plataformas online continuam a ser para ele um meio de comunicação privilegiado, no entanto, depois de ter analisado profundamente a sua forma de comunicação, ele diz ter optado por deixar o Facebook, uma vez que, na sua opinião, as suas comunicações tiveram um lado perverso, como, por exemplo, intromissões na sua vida pessoal.

Publicidade
Publicidade

O presidente do Sporting diz também em seu comunicado que compreende a frustração que os torcedores do time de Lisboa sentiram no final do campeonato, no entanto, ele condena várias mensagens que tem recebido no Facebook, uma vez que, segundo ele, ultrapassam o limite do respeito que os torcedores deviam ter para com ele.

Bruno destaca ainda que sente que o time tem os melhores torcedores do mundo em todos os esportes em que participa, porém, sempre que ele crítica publicamente um dos seus jogadores, tem recebido críticas que não consegue aceitar. Ele acrescenta ainda que naquela instituição os atletas e os treinadores têm como missão dar bons momentos aos torcedores e evitar os maus momentos.

O líder do terceiro colocado da Liga portuguesa fala ainda em seu comunicado no esforço que a direção tem feito para investir em todas as modalidades do clube.

Publicidade

Um esforço que, na sua opinião, devia levar a obrigação dos seus jogadores ganharem todos os seus jogos e a conquistar títulos, sem desculpas, como falar de arbitragens ou invocar o azar para os maus resultados.

Bruno fala ainda sobre o que foi o seu maior erro. Na opinião do presidente dos “Leões”, o seu maior erro foi não ter conseguido incutir nos torcedores um sentimento de exigência constante, um sentimento de que ninguém faz favor de servir o clube, mas está disposto a morrer por ele.

Bruno de Carvalho volta ainda no seu longo comunicado a falar sobre aqueles que o criticam sempre que fala mal dos jogadores do time de #Futebol. Ele acha que os torcedores que o criticam nesse aspeto têm uma “alma pequena” e não querem uma cultura de exigência e excelência no clube lisboeta.

Você já leu o comunicado de Bruno de Carvalho? O que achou? Acha que ele tem razão? Escreva a sua opinião nos comentários! #Futebol Internacional