Morreu nesta segunda-feira (22) o campeão da temporada 2006 da #Motogp Nicky Hayden. O piloto norte-americano e atualmente competindo no Mundial de Superbike estava internado desde a semana passada, após ser atropelado enquanto andava de bicicleta na cidade italiana de Riccione. Ele havia sofrido fraturas na cabeça e tórax.

Desde o início já era de conhecimento de todos que a situação do piloto era grave. Com isso, ele foi transferido para o Hospital Maurizio Bufalini, na cidade de Cesena, porém seu quadro clínico impediu que fosse realizada uma cirurgia. Ele tinha um sério politrauma com subsequente dano cerebral grave.

Publicidade
Publicidade

No último final de semana, o pai do piloto, Earl Hayden, deu entrevista dizendo que o filho precisava de um milagre para sobreviver e desmentiu boatos que circularam dando conta que ele havia morrido. Por problemas de saúde, Earl não pode viajar dos Estados Unidos até a Itália para acompanhar a situação mais de perto. A mãe Rose, o irmão Tommy, e a noiva, Jackie Marin, estiveram perto do piloto da #Honda.

A carreira na MotoGP

Depois de chamar a atenção da Honda competindo no Campeonato Americano de Superbike, o Nicky Hayden ingressou na MotoGP em 2003, já sendo quinto colocado do campeonato logo em seu primeiro ano de estreia. Em 2005 conquistou sua primeira vitória na categoria, justamente nos Estados Unidos, no GP de Laguna Seca, e foi terceiro colocado na classificação.

A consagração veio no ano seguinte, com seu primeiro e único título após uma acirrada disputa com Valentino Rossi.

Publicidade

Apesar de ter vencido três corridas a menos que o italiano, duas contra cinco, ele foi premiado pela regularidade.

Em 2009, trocou a Honda pela Ducati, mas não conseguiu repetir o sucesso em sua nova equipe. Em 2014 e 2015, correu pela pequena Aspar, sendo essas suas duas últimas temporadas completas na principal categoria do motociclismo mundial.

No ano passado, ainda correu duas provas pela Marc VDS no lugar de Dani Pedrosa, que havia se machucado. Atualmente, ele disputava o Mundial de Superbike pela Honda, que não confirmou se participará da próxima etapa, marcada para este final de semana, em Donington Park, na Inglaterra.

Pilotos se manifestam

Tão logo foi confirmada a morte de Hayden, vários pilotos se manifestaram pelas redes sociais. O brasileiro Felipe Massa, que corre pela Williams, postou uma foto do motociclista e escreveu: “Muita força a sua família @#NickyHayden. Dia muito triste para o esporte”.

"Pensamentos e orações estão com sua família”, escreveu o também brasileiro Tony Kanaan. Quatro vezes campeão da Fórmula Indy, o escocês Dário Franchitti também deixou uma mensagem na rede social. “Descanse em paz Nicky”.