O volante #Cícero concedeu entrevista coletiva na tarde desta quarta-feira (17), no Centro de Treinamento do São Paulo, no bairro da Barra Funda, na Zona Oeste da capital paulista, para explicar o suposto desentendimento que teve com o treinador da equipe, Rogério Ceni. Nos últimos dias, passou a circular a informação de que #Rogério Ceni teria chutado uma prancheta no vestiário do Morumbi, no intervalo da partida contra o Corinthians, na semifinal do Campeonato Paulista, e o objeto teria atingido Cícero.

Nesta quarta, Cícero desmentiu o desentendimento com Ceni. Primeiro, jogador afirmou que não foi uma prancheta, foi o quadro que o treinador utiliza para mostrar a formação tática da equipe.

Publicidade
Publicidade

“O quadro caiu no chão e resvalou no meu pé”, explicou o jogador que chegou ao São Paulo a pedido do técnico.

O volante afirmou que as pessoas criaram um bicho de sete cabeças com a situação. “Time do Rogério Ceni e time do Cícero? Em que mundo estamos? Quem sou eu para confrontar o maior ídolo da história do clube?”, disse. Segundo o jogador, o treinador do São Paulo é referência para todos.

“Com certeza estamos com ele”, falou o volante, que também disse que as pessoas começam a procurar culpados quando a fase não é boa. “O método de trabalho do Rogério é muito bom”. “Ele um mito para o São Paulo, por isso vim me explicar”, comentou o jogador, que foi titular em 22 das 27 partidas do Tricolor neste ano.

Vazamento

Embora a informação que vazou falasse em prancheta, quando o correto é um quadro, esse é o menor dos problemas.

Publicidade

O grande problema reside no fato de que, independente da informação certa ou errada, algo interno foi vazado.

Cícero disse que gostaria de saber quem falou para a imprensa o que aconteceu no vestiário do clube. O vazamento de informações é um problema no futebol e pode minar a confiança de um jogador no outro dentro do grupo. Embora o vazamento possa ter partido de qualquer um que estava no vestiário, não só os jogadores.

A entrevista de Cícero foi concedida em um dia em que o São Paulo está de folga. Sem Copa do Brasil e Copa Sul-Americana, o Tricolor só disputará o Campeonato Brasileiro no segundo semestre. A equipe comandada por Rogério Ceni volta a campo na próxima segunda-feira (22), contra o Avaí, no Morumbi.

O São Paulo estreou no Brasileirão com derrota para o Cruzeiro, fora de casa, por 1 a 0. Por isso, é fundamental que a equipe vença o duelo contra os catarinenses. #São Paulo FC